UM BREVE DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO PARQUE ESTADUAL DE GRÃO MOGOL (MG) E SEU CONTEXTO ESPACIAL

Autores

  • Diego de Sousa Ribeiro Fonseca Universidade Federal de Minas Gerais
  • Simone Narciso Lessa Universidade Estadual de Montes Claros

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113516133

Palavras-chave:

Preservação ambiental, gestão ambiental, SIG

Resumo

O propósito deste trabalho é fazer uma breve discussão acerca do entorno espacial e da área do Parque Estadual de Grão Mogol (MG), localizado no Norte de Minas Gerais. Este espaço foi criado com a importante missão de conservar cursos hídricos, espécies animais e vegetais ameaçadas -, incluindo algumas espécies vegetais que são endêmicas àquele local. Com esse intuito, a metodologia empregada consistiu no mapeamento da área com manuseio de SIG (Sistemas de Informações Geográficas) e Processamento Digital de Imagens Órbitais (PDI), houve a consulta bibliográfica entre outras fontes, e a discussão dos resultados. O Parque Estadual de Grão Mogol além de ser um importante meio de preservação do meio ambiente, pode ser uma importante fonte de renda para a cidade de Grão Mogol, desde que bem administrado sob o ponto de vista da gestão ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego de Sousa Ribeiro Fonseca, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestrando em Ciências Agrárias pelo ICA/UFMG

Downloads

Publicado

15-09-2010

Como Citar

FONSECA, D. de S. R.; LESSA, S. N. UM BREVE DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO PARQUE ESTADUAL DE GRÃO MOGOL (MG) E SEU CONTEXTO ESPACIAL. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 35, p. 260–274, 2010. DOI: 10.14393/RCG113516133. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16133. Acesso em: 22 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos