RECONHECIMENTO DE PALEOSUPERFICIES E A SUA EVOLUÇÃO INTEMPÉRICA IN SITU DE SAPRÓLITOS ASSOCIADOS A DEPÓSITOS DE COBRE NA REGIÃO DE ITAPEVA, VALE DO RIBEIRA, SP

Autores

  • Luiz Felipe Montanha Brandini Ribeiro União da Geomorfologia Brasileira
  • Marli Carina Siqueira Ribeiro Sociedade Brasileira de Geofísica

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113515992

Palavras-chave:

Paleosuperficies, Alteração, Depósitos de cobre e ferro

Resumo

Este estudo (ainda preliminar) caracteriza paleosuperficies e seus depósitos de alteração e mostra a sua relação com os depósitos de cobre e ferro. A partir de estudos geomorfológicos, geológicos e químicos. Foram reconhecidas duas paleosuperficies, a primeira mais antiga, sobre rochas calcarias silicatadas formando depósitos de laterita de ferro com traços de cobre. A outra paleosuperficie com a presença de latossolos com grande quantidade de minerais de argila e de concentração supérgena de cobre a nível econômico (crisocola).A área de estudo é a região sul do estado de São Paulo próximo aos municípios de Itapeva e Ribeirão Branco, localizadas no vale do rio Ribeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Felipe Montanha Brandini Ribeiro, União da Geomorfologia Brasileira

Geólogo, Mestre e doutor em Geologia e Geomorfologia e pós doutorado em Geofísica. Professor contratado de Geomorfologia e Geomorfologia aplicada à Análise Ambiental. Auditor Ambiental.

Marli Carina Siqueira Ribeiro, Sociedade Brasileira de Geofísica

Geógrafa - Mestre e Doutora em Geologia com ênfase em Geomorfologia. Pós-Doutora em Geologia isotópica. Especialista em datação por (U - Th)He (datação de solos e indiretamente lateritas).

Downloads

Publicado

15-09-2010

Como Citar

RIBEIRO, L. F. M. B.; RIBEIRO, M. C. S. RECONHECIMENTO DE PALEOSUPERFICIES E A SUA EVOLUÇÃO INTEMPÉRICA IN SITU DE SAPRÓLITOS ASSOCIADOS A DEPÓSITOS DE COBRE NA REGIÃO DE ITAPEVA, VALE DO RIBEIRA, SP. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 11, n. 35, p. 23–28, 2010. DOI: 10.14393/RCG113515992. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15992. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos