MONITORAMENTO DE PROCESSOS EROSIVOS EM PARCELAS EXPERIMENTAIS NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA - MG

Autores

  • José Fernando Pinese Júnior Graduando em Geografia - Universidade Federal de Uberlândia
  • Lísia Moreira Cruz Graduanda em Geografia - Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG103115846

Palavras-chave:

Processos Erosivos, Parcelas de Erosão, Áreas degradadas

Resumo

A paisagem do Cerrado vem sendo, cada vez mais, degradada pela ação dos processos erosivos, que são agravados pela ação antrópica, principalmente por intensificar as práticas agrícolas. Portanto, este trabalho tem o objetivo de monitorar e analisar diferentes tipos de vegetação na contenção da erosão ou na recuperação de áreas degradadas no município de Uberlândia. Este trabalho foi desenvolvido na Fazenda Experimental do Glória/ UFU, em parcelas experimentais ou parcelas de erosão com diferentes tipos de vegetação, coletando-se dados de umidade, escoamento superficial e transporte de sedimentos. Essas análises permitem visualizar e comparar as diferenças entre as parcelas, quanto aos diferentes usos e manejo da terra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Fernando Pinese Júnior, Graduando em Geografia - Universidade Federal de Uberlândia

Aluno do Curso de Geografia e Estagiário do Laboratório de Geomorgologia e Erosão dos Solos - LAGES/UFU

Downloads

Publicado

30-09-2009

Como Citar

PINESE JÚNIOR, J. F.; CRUZ, L. M. MONITORAMENTO DE PROCESSOS EROSIVOS EM PARCELAS EXPERIMENTAIS NO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA - MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 10, n. 31, p. 92–108, 2009. DOI: 10.14393/RCG103115846. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15846. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos