EXPANSÃO DOS SOLOS HIDROMÓRFICOS NA PAISAGEM SUDOESTE DA BACIA AMAZÔNICA BRASILEIRA: MUDANÇAS TEXTURAIS E DE POROSIDADE DO SOLO

Autores

  • Vania Rosolen Instituto de Geografia, UFU
  • Uwe Herpin NUPEGEL-USP
  • Adolpho José Melfi NUPEGEL-USP

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG82015478

Resumo

A hidromorfia é uma importante condição para o desenvolvimento dos solos nas regiões tropicais. Um estudo detalhado realizado ao longo de uma toposseqüência ligando dois perfis de solos desenvolvidos nos baixos platôs revela que a hidromorfia provoca transformações no solo laterítico original. O resultado é a formação, na depressão, de um horizonte eluvial cinza claro ligado à perda de material fino devido ao transporte mecânico e/ou intemperismo químico. Resultados da análise granulométrica, microscopia e porosimetria ao mercúrio mostraram claras mudanças nas características físicas como textura (decréscimo de argila e aumento relativo da fração silte), organização das partículas elementares do solo e porosidade (aumento da densidade e mudança da forma dos poros).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vania Rosolen, Instituto de Geografia, UFU

Geógrafa, pós-graduação pelo Instituto de Geociências da USP, pós-doutorado em poluição de solos por efluentes domésticos pelo CENA-USP. Atualmente sou docente no Instituto de Geografia da UFU.

Uwe Herpin, NUPEGEL-USP

Biólogo, doutor em química ambiental pela universidade de Osnabruk na Alemanha. Pós doutorado em biogeoquímica ambiental pelo CENA-USP e Pós-doutorado em uso de efluentes domésticos para irrigação de culturas pelo NUPEGEL-USP.

Adolpho José Melfi, NUPEGEL-USP

Doutor e Pós-doutor em geoquímica de superfície, reitor da Universidade de São Paulo, coordenador do NUPEGEL-USP.

Downloads

Publicado

02-02-2007

Como Citar

ROSOLEN, V.; HERPIN, U.; MELFI, A. J. EXPANSÃO DOS SOLOS HIDROMÓRFICOS NA PAISAGEM SUDOESTE DA BACIA AMAZÔNICA BRASILEIRA: MUDANÇAS TEXTURAIS E DE POROSIDADE DO SOLO. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 8, n. 20, p. 69–78, 2007. DOI: 10.14393/RCG82015478. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15478. Acesso em: 15 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos