Alterações no eritrograma e no ferro sérico em pacientes caninos com diferentes níveis de creatinina sérica

Autores

  • Marcelo Soares Antunes Programa de Pós Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Instituto de Veterinária (IV), 23897-000, Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Anselmo Silva Ramos Programa de Pós Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Instituto de Veterinária (IV), 23897-000, Seropédica, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Rita de Cássia Campbell Machado Botteon Docente, Departamento de Medicina e Cirurgia Veterinária, IV-UFRRJ, Seropédica, RJ
  • Carlos Henrique Machado Docente, Departamento de Medicina e Cirurgia Veterinária, IV-UFRRJ, Seropédica, RJ
  • Juliana de Abreu Pereira Docente do curso de Medicina Veterinária da Universidade Sociedade Educacional de Santa Catarina (UNISOCIESC) - campus Joinville

Palavras-chave:

anemia, ferro sérico, doença renal, cães.

Resumo

Anemia de etiologia multifatorial é uma síndrome clínica caracterizada pela redução da quantidade de eritrócitos circulantes e/ou da quantidade de hemoglobina presente nas hemácias. No presente estudo objetivou-se avaliar a ocorrência e o tipo de anemia em cães com diferentes níveis séricos de creatinina, bem como os indicadores do metabolismo do ferro nestes pacientes. Foram avaliados 60 cães de diferentes raças, sendo 30 com creatinina sérica acima de 1,5 mg/dL, indicativo de doença renal, clinicamente estáveis, e 30 com valores de creatinina sérica abaixo de 1,5 mg/dL, dos quais 15 apresentavam pelo menos um dos parâmetros do eritrograma abaixo dos limites fisiológicos e 15 apresentaram todos os parâmetros eritrocitários dentro da normalidade. Quarenta e três cães apresentaram anemia, sendo 40 do tipo normocítica normocrômica e três microcítica normocrômica. Os níveis séricos de ferro, bem como o índice de saturação da transferrina foram decrescentes em relação aos níveis de creatinina, com diferença significativa em relação aos controles. Os dados obtidos inferem que a deficiência de ferro não esteve presente nos animais deste estudo, assim como a anemia nestes animais não esteve relacionada com hipoferremia.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-08

Como Citar

Antunes, M. S., Ramos, A. S., Botteon, R. de C. C. M., Machado, C. H., & Pereira, J. de A. (2018). Alterações no eritrograma e no ferro sérico em pacientes caninos com diferentes níveis de creatinina sérica. Veterinária Notícias, 24(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/40604