COMPARAÇÃO ENTRE AS PROVAS DE 2-MERCAPTOETANOL E DE FIXAÇÃO DE COMPLEMENTO PARA O DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO DA BRUCELOSE BOVINA EM ANIMAIS COM DIFERENTES HISTÓRICOS VACINAIS

Autores

  • Paulo Martins Soares Filho lanagro-mg
  • Kelly Fagundes Nascimento lanagro-mg
  • Guilherme Canhestro de Faria lanagro-mg
  • Ronnie Antunes de Assis lanagro-mg

Palavras-chave:

diagnostico de brucelose

Resumo

Foi realizada comparação entre os testes de 2-mercaptoetanol e fixação de complemento pelos testes kappa e qui-quadrado de McNemmar a partir dos resultados obtidos em 194 amostras de soro sanguíneo bovino enviadas ao LANAGRO/MG para confirmação do diagnóstico da brucelose. Obtiveram-se 87,76% de resultados concordantes, com kappa igual a 0,75 (p < 0,05) variando de 0,655 a 0,843 (95% de confiabilidade). Não foi observada discordância estatisticamente significativa entre as provas ao teste de qui-quadrado de McNemmar. Os resultados obtidos contribuem nas recomendações do PNCEBT quanto ao uso destes dois testes, no entanto, fica clara a necessidade de uma avaliação mais profunda dos mesmos em função dos resultados discordantes encontrados notadamente entre os soros de títulos mais baixos. Recomenda-se a construção de um banco de soros de referência que permitiria a validação dos mesmos de modo a reduzir a possibilidade de falso-negativos, mais danosos ao PNCEBT.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-01-11

Como Citar

Soares Filho, P. M., Nascimento, K. F., de Faria, G. C., & Assis, R. A. de. (2013). COMPARAÇÃO ENTRE AS PROVAS DE 2-MERCAPTOETANOL E DE FIXAÇÃO DE COMPLEMENTO PARA O DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO DA BRUCELOSE BOVINA EM ANIMAIS COM DIFERENTES HISTÓRICOS VACINAIS. Veterinária Notícias, 17(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18924