ESTUDO COMPARATIVO DAS SUTURAS SWIFT EXTRAMUCOSAS VERSUS PONTOS SIMPLES CONTÃ?NUOS CONTAMINANTES E CUSCHING, NA RAFIA INTESTINAL EM COELHOS DA RAÇA NOVA ZELÂNDIA

Autores

  • SOUZA, L.A. Residente. FAMEV - UFU
  • FREITAS, P.M.C. UFES
  • BARETTA, D.C.
  • FARIA, M.A.R. FAMEV - UFU
  • RIGUEIRA, F.D.L. Mestrando. FAMEV - UFU

Palavras-chave:

Sutura intestinal, categute, swift, coelho

Resumo

Objetivou-se com esse trabalho avaliar e comparar macroscopicamente o ponto swift extramucoso com a sutura em dois planos, usando pontos simples continuos contaminantes e cushing, ambos com fio categute cromado. Foram utilizados 10 coelhos da raça Nova Zelândia, machos e adultos. Em cada animal foram realizadas duas incisões longitudinais de 3 cm no duodeno eqüidistantes 5 cm uma da outra. Em seguida, as feridas cirúrgicas foram reparadas, a mais cranial com pontos em padrão swift, e a caudal em duas linhas, a primeira linha com pontos simples contínuos contaminantes e a segunda em cushing não contaminante, ambas rafias com fio categute cromado. Nas feridas foi realizada a omentoplastia. A parede abdominal foi fechada em dois planos o primeiro incluindo o peritônio parietal e as aponeuroses dos músculos abdominais com pontos em "xâ€? e a pele com pontos em wolff com fio náilon. Decorrido, sete dias de pósoperatório, esses animais foram eutanasiados e realizado o inventário de suas cavidades abdominais por meio de exames macroscópicos das linhas de sutura. Observou-se que nas suturas em padrão swift o grau de estenose foi menor quando comparada com a sutura em dois planos. Ambas as suturas tiveram graus semelhantes de inflamação. Conclui-se que a sutura em padrão swift extramucoso é mais indicada que a sutura em padrão simples contínuo contaminante e cushing para rafia do duodeno de coelhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

L.A., S., P.M.C., F., D.C., B., M.A.R., F., & F.D.L., R. (2008). ESTUDO COMPARATIVO DAS SUTURAS SWIFT EXTRAMUCOSAS VERSUS PONTOS SIMPLES CONTÃ?NUOS CONTAMINANTES E CUSCHING, NA RAFIA INTESTINAL EM COELHOS DA RAÇA NOVA ZELÂNDIA. Veterinária Notícias - Vet Not, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18740

Edição

Seção

Artigos