EFEITO DA BIOESTIMULAÇÃO E SHANG SOBRE AS TAXAS DE PRENHEZ E CIO EM FÊMEAS AZEBUADAS

Autores

  • FAGUNDES, N.S. Médica Veterinária. Autonôma.
  • NASCIMENTO, M.R.B.M. FAMEV - UFU
  • DINIZ, E.G. FAMEV - UFU
  • FAGUNDES, N.S. Acadêmico. FAMEV - UFU
  • SOUZA, L.G.A. Acadêmico. FAMEV - UFU

Palavras-chave:

Efeito da bioestimulação, taxas de prenhez e cio, mamada interrompida, vacas de corte.

Resumo

O anestro pós-parto é comum em fêmeas bovinas de corte criadas no Brasil. Esse fato contribui para uma baixa eficiência reprodutiva, com longos intervalos de parto. A bioestimulação (efeitotouro) e o shang são práticas que podem ser utilizadas para reduzí-lo. Assim, objetivou-se avaliar a influência do shang e bioestimulação sobre a retomada do cio e a taxa de prenhez em fêmeas de corte azebuadas. Utilizou-se 60 vacas multíparas com bezerro ao pé e dois touros da raça Tabapuã. O experimento foi conduzido na Fazenda Represa, em Monte Alegre de Minas-MG, de 1 de dezembro a 5 de fevereiro de 2004. Os animais foram divididos em três tratamentos, T1 as fêmeas foram mantidas com seus bezerros e sem touro, no T2 com bezerros ao pé e com touros e no T3 realizou-se o shang, sem a presença do touro. A observação do cio foi feita às 07h00min e 17h00min. No T1 e T3 as fêmeas que apresentavam cio foram levadas ao curral a fim de realizar monta natural e não provocar efeito de bio-estimulação nas restantes. Foi utilizado o teste t de Student a 5% e encontrou-se diferença (P<0,05) entre T1 vs T2 e T1 vs T3, tanto para taxas de cio quanto para a taxa de prenhez. Já no T2 vs T3 diferiu para taxa de cio e não para taxa de prenhez. No T1 uma vaca (5%) apresentou cio e ficou gestante, no T2 treze (65%) apresentaram cio e doze ficaram gestantes, e no T3 sete (35%) deram cio e todas ficaram prenhes. Nas condições experimentais, conclui-se que a bioestimulação e o shang tiveram efeito positivo sobre as taxas de cio e de prenhez, e que a bioestimulação foi mais eficaz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

N.S., F., M.R.B.M., N., E.G., D., N.S., F., & L.G.A., S. (2008). EFEITO DA BIOESTIMULAÇÃO E SHANG SOBRE AS TAXAS DE PRENHEZ E CIO EM FÊMEAS AZEBUADAS. Veterinária Notícias, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18715

Edição

Seção

Artigos