Mapping of healthcare waste generating sources through the use of GIS
PDF-pt (Português (Brasil))
PDF-en

Keywords

Geographic information system
Waste management
Public health

How to Cite

GONÇALVES, C. da S.; NAZARI, M. T.; DA PAZ, M. F.; LEANDRO, D.; CORRÊA, . Érico K.; CORRÊA, L. B. Mapping of healthcare waste generating sources through the use of GIS. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 32, p. 17–27, 2020. DOI: 10.14393/SN-v32-2020-46378. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/46378. Acesso em: 10 dec. 2022.

Abstract

Healthcare waste (HCW) affects public health and the environment when inadequately managed. The lack of knowledge about the risks of such waste by health professionals and by the population leads to the incorrect destination of the waste. It ends up being sent to the selective collection program and, later, to cooperatives of recyclable materials. Thus, this study aimed to analyze the routes traveled by the selective collection truck of Pelotas/RS in the areas covered by the program to identify the types of HCW generating sources that can be found on these routes. Because this is an exploratory research, we used tools of the Geographic Information System (GIS). It enables the user to perform spatial analysis and data generation through maps. It was possible to identify in one zone 99 health establishments; and, in another, 15 establishments, which refers to both human and animal healthcare. The presence of HWC in recyclable waste evidences the need for greater educational and enforcement actions, and for this last one, GIS can be used as an auxiliary tool.

https://doi.org/10.14393/SN-v32-2020-46378
PDF-pt (Português (Brasil))
PDF-en

References

ALMEIDA, J. R.; ELIAS, E. T.; MAGALHÃES, M. A.; VIEIRA, A. J. D. Efeito da idade sobre a qualidade de vida e saúde dos catadores de materiais recicláveis de uma associação em Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 14, n. 6, p. 2169-2180, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S1413- 81232009000600024

BRASIL. Resolução n.º 358, de 29 de abril de 2005. Acesso em: 03 de dezembro de 2019.

_______. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Manual de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde: Tecnologia em Serviços de Saúde. 1. ed, Brasília: ANVISA, 2006.

________. Lei n.º 12.305, de 2 de agosto de 2010. Disponível: . Acesso em: 03 de dezembro de 2019.

BREWER, C. A. ColorBrewer 2. 0. Software, Geography, Pennsylvania State University. 2009. Disponível em: . Acesso em: 08 de julho de 2017.

CARVALHO, M. S.; CRUZ, O. G.; SOUZA, W. V.; MONTEIRO, A. M. V. Conceitos básicos em análise de dados espaciais em saúde. In: SANTOS, S. M.; SOUZA, W. V. (Orgs.) Introdução à Estatística Espacial para a Saúde Pública. Brasília: Ministério da Saúde, 2007. p 13-27.

CHERFEM, C. O. Relações de gênero e raça em uma cooperativa de resíduos sólidos: desafios de um setor. In: PEREIRA, B. C. J.; GOES, F. L. (Orgs.) Catadores de materiais recicláveis: em encontro nacional. Rio de Janeiro: IPEA, 2016. p. 47-74.

COCKELL, F. F.; CARVALHO, A. M. C. de; CAMAROTTO, J. A.; BENTO, P. E. G. A triagem de lixo reciclável: análise ergonômica da atividade. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, v. 29, n. 110, p. 17-26, 2004. http://dx.doi.org/10.1590/S0303- 76572004000200003

CONKE, L. S. Barreiras ao Desenvolvimento da Coleta Seletiva no Brasil. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) – Brasília: UnB. 2015.

CORRÊA, L. B.; LUNARDI, V. L.; DE CONTO, S. M. O processo de formação em saúde: o saber resíduos sólidos de serviços de saúde em vivências práticas. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 60, n. 1, p. 21-25, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0034- 71672007000100004

GÜNTHER, W. M. R. Resíduos sólidos no contexto da saúde ambiental. Tese (Livre Docência) – São Paulo: USP. 2008.

LEANDRO, D. Modelagem de fragilidade ambiental usando índices baseados em dados especiais e com suporte de sistema especialista. Tese (Doutorado em Ciências Geodésicas) – Curitiba: UFPR. 2013.

MÁXIMO, A. A. A importância do mapeamento da criminalidade utilizando-se tecnologia de sistema de informação geográfica para auxiliar a segurança pública no combate à violência. 2004. 101 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

NAZARI, M. T. Incidência de resíduos de serviços de saúde nas cooperativas de triagem de materiais recicláveis do Município de Pelotas/RS. 2017. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Ambiental e Sanitária) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2017. https://doi.org/10.5151/engproeneeamb2016-rs-002-4936

PMGIRS - Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos – Pelotas. 2014. Disponível em: . Acesso em: 28 de julho de 2017.

RICHTER, L. T. A importância da conscientização e da coleta seletiva no município de Palmitos-SC. 2014. 78 f. Monografia (Especialização em Gestão Ambiental em Municípios) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2014.

RISTOW, S. F. P (Org.). Uso de geotecnologias livres para apoio à gestão de bacias hidrográficas: prática com Quantum Gisversão 2. 2. 0. Florianópolis: UFSC, 2014.

SCHNEIDER, V. E.; STEDILE, N. L. R.; BERGER FILHO, A. G. Potencial de risco dos resíduos de serviços de saúde. In: SCHNEIDER, V. E.; STEDILE, N. L. R (Orgs.). Resíduos de Serviços de Saúde: um olhar interdisciplinar sobre o fenômeno. Caxias do Sul: Educs, 2015. p. 57-78.

SCHNEIDER, V. E.; STEDILE, N. L. R (Orgs.). Resíduos de Serviços de Saúde: um olhar interdisciplinar sobre o fenômeno. Caxias do Sul: Educs. 3. ed., ampl. e atual, 2015.

SILVA, S. A. Utilização de técnicas de análise espacial como ferramenta para vigilância de pneumonias radiologicamente definidas na infância em Goiânia. Tese (Doutorado - Área de Concentração de Epidemiologia) – Goiânia: UFG. 2004.

TAKADA, A. C. da S. O plano de gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde e o direito do trabalhador. 2003. 35 f. Monografia (Especialização em Direito Sanitário para Profissionais da Saúde) – Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Brasília, 2003.

TAKAYANAGUI, A. M. M. Risco ambiental e o gerenciamento de resíduos nos espaços de um serviço de saúde no Canadá: um estudo de caso. Tese (Livre Docência) – Ribeirão Preto: EERP USP. 2004. TYLLER, M. Introdução a SIG. In: CENSIPAM (Org.). Manual do usuário Quantum Gis versão 1.4.1 “Enceladus”. Brasília: CENSIPAM, 2005. p. 11-13.

Authors hold the Copyright for articles published in this journal, and the journal holds the right for first publication. Because they appear in a public access journal, articles are licensed under Creative Commons Attribution (BY), which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...