PRECISÃO NA DETERMINAÇÃO DAS COORDENADAS DOS VÉRTICES DE IMOVEIS URBANOS

Conteúdo do artigo principal

Luis Augusto Nunes Coelho
João Carlos Chaves

Resumo

A inexistência de uma tolerância para o levantamento dos vértices de imóveis urbanos motiva o estudo de novas metodologias e o aperfeiçoamento das existentes, não só na determinação da precisão das coordenadas dos marcos geodésicos e dos pontos topográficos pertencentes à Rede de Referência Cadastral Municipal (RRCM), mas como dos próprios vértices de imóveis urbanos. Uma RRCM é implantada em Presidente Prudente (SP) e utilizando-se de uma estação total, apoiada nesta rede, determinam-se as coordenadas dos vértices dos imóveis urbanos. As coordenadas no Sistema Cartesiano Geodésico dos marcos geodésicos são transformadas para o Sistema Curvilíneo Geodésico e, posteriormente, para o Sistema Topográfico Local (STL). Com base no método de poligonação, determinam-se os pontos topográficos e, apoiados nestes, as coordenadas dos vértices limítrofes dos imóveis urbanos são determinadas, utilizando-se dos métodos de irradiação e interseção à vante. A lei de propagação de variância-covariância é utilizada em todo levantamento cadastral e, para ajustar as coordenadas dos pontos topográficos, aplica-se o Método dos Mínimos Quadrados (MMQ).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
COELHO, L. A. N.; CHAVES, J. C. PRECISÃO NA DETERMINAÇÃO DAS COORDENADAS DOS VÉRTICES DE IMOVEIS URBANOS. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 67, n. 2, 2015. DOI: 10.14393/rbcv67n2-44662. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44662. Acesso em: 9 dez. 2022.
Seção
Artigos