USO DO SOFTWARE LIVRE INTERIMAGE PARA A CLASSIFICAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS EM ÁREA DE EXPANSÃO URBANA NA ILHA DO MARANHÃO.

Conteúdo do artigo principal

Taissa Caroline Rodrigues
Hermann Johann Kux

Resumo

As áreas urbanas são ambientes complexos, heterogêneos que apresentam intensa dinâmica e transformações espaciais. Tais mudanças podem ser acompanhadas por meio de técnicas de Sensoriamento Remoto, que possibilitam analisar as alterações nos ambientes urbanos dando suporte a um melhor planejamento de áreas em expansão. O objetivo deste trabalho foi criar um modelo de classificação de cobertura da terra com base no software aplicativo livre InterIMAGE, em uma área de expansão urbana entre os municípios de São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar, inseridos na Ilha do Maranhão, Estado do Maranhão. Para atingir os objetivos propostos, foram utilizados dados do satélite WorldView-II e, como suporte ao processo de classificação, utilizaram-se técnicas de mineração de dados (Data Mining) para a escolha dos atributos mais adequados, visando otimizar a discriminação dos alvos de interesse. Os resultados mostraram que o software é uma opção gratuita para aplicação da técnica de análise geográfica orientada a objeto, porém ainda apresenta limitações em seu uso. Este trabalho teve como propósito contribuir para o desenvolvimento do software livre InterIMAGE, analisando sua aplicabilidade, diagnosticando seus problemas e sugerindo melhorias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
RODRIGUES, T. C.; KUX, H. J. USO DO SOFTWARE LIVRE INTERIMAGE PARA A CLASSIFICAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS EM ÁREA DE EXPANSÃO URBANA NA ILHA DO MARANHÃO. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 67, n. 3, 2015. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44646. Acesso em: 25 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Taissa Caroline Rodrigues, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Graduada em Geografia, Mestranda em Sensoriamento Remoto.

Hermann Johann Kux, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Divisão de Sensoriamento Remoto, trabalha com sensores de altíssima resolução espacial.