PREDIÇÃO DA TEMPERATURA DO AR POR MEIO DE SENSORIAMENTO REMOTO ORBITAL

Conteúdo do artigo principal

Roberto Filgueiras
Donizeti Aparecido Pastori Nicolete
Tânia Maria de Carvalho
Antonio Ribeiro da Cunha
Célia Regina Lopes Zimback

Resumo

A rede de estações meteorológicas de superfície no Brasil, ainda não representa com eï¬ciência todo o território. Esse fato faz com que seja necessária a busca por técnicas alternativas para obtenção da temperatura do ar, como os dados provenientes do sensoriamento remoto, que apresentam baixo custo e rápida aquisição de informações. Dessa forma, o trabalho teve por objetivo correlacionar a temperatura de superfície (Tsi) obtida por meio da banda termal do satélite Landsat-5/TM, com as temperaturas instantâneas (Tai) e médias diárias do ar (Tam) mensuradas por uma estação meteorológica automática, considerando uma série temporal de 11 anos. Para o cômputo da Tsi foram utilizadas as equações presentes no SEBAL (Surface Energy Balance Algorithm for Land) e os dados de Tsi foram extraídos de uma grade de pixels ao redor da estação meteorológica. Os coeï¬cientes de determinação encontrados (R²) entre Tsi e Tai e Tsi e Tam foram 0,896 e 0,866, respectivamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
FILGUEIRAS, R.; NICOLETE, D. A. P.; CARVALHO, T. M. de; CUNHA, A. R. da; ZIMBACK, C. R. L. PREDIÇÃO DA TEMPERATURA DO AR POR MEIO DE SENSORIAMENTO REMOTO ORBITAL. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 68, n. 8, 2016. DOI: 10.14393/rbcv68n8-44374. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44374. Acesso em: 1 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Roberto Filgueiras, Faculdade de Ciências Agronômicas FCA/UNESP Departamento de Solos e Recursos Ambientais

Engenheiro Agrícola e Ambiental, mestrando em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Estadual Paulista.

Donizeti Aparecido Pastori Nicolete, Faculdade de Ciências Agronômicas FCA/UNESP Departamento de Solos e Recursos Ambientais

Engenheiro Florestal, mestrando em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela Universidade Estadual Paulista.

Tânia Maria de Carvalho, Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais ICAA/CUS/UFMT

Professor Adjunto I no Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais ICAA/CUS/UFMT

Antonio Ribeiro da Cunha, Faculdade de Ciências Agronômicas FCA/UNESP Departamento de Solos e Recursos Ambientais

Engenheiro Agronômo Dr. com especialização em Agrometeorologia da FCA/UNESP

Célia Regina Lopes Zimback, Faculdade de Ciências Agronômicas FCA/UNESP Departamento de Solos e Recursos Ambientais

Professor Adjunto Faculdade de Ciências Agronômicas FCA/UNESP, Departamento de Solos e Recursos Ambientais.