ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO CORREDOR FLUVIAL DO RIO PARAGUAI NO TRECHO ENTRE CÁCERES E A ILHA TAIAMÃ/MT

Conteúdo do artigo principal

Célia Alves de Souza
Maria Aparecida Pierangeli
Juberto Babilônia de Sousa

Resumo

O objetivo desse estudo foi identificar o uso e analisar as alterações nas feições morfológicas e migração lateral do canal no corredor fluvial, no segmento entre Cáceres e a Estação Ecológica da Ilha de Taiamã-MT. Para elaboração dos mapas espaço-temporais da morfologia do canal usou-se a base de dados fornecidos pelo Serviço de Sinalização Náutica da Marinha Brasileira. Para geração dos mapas utilizou-se o Sistema de Informação Geográfica (SIG). A ocupação da planície fluvial iniciou-se no século XVIII, motivada pela abertura de fazendas e surgimento do povoado de Cáceres em 1772, à margem esquerda do rio Paraguai. A atividade principal desenvolvida na calha é a navegação, na última década, houve um crescimento expressivo da navegação. A utilização de comboios tem provocado a retirada de sedimentos das margens, além de acelerar a erosão destas, causando perda de solos, deposição de sedimentos, entulhamento e assoreamento do leito fluvial. As mudanças laterais no canal resultaram em: alterações na direção do fluxo; surgimento de novos braços e furados; alargamento do canal em resposta ao acúmulo de sedimentos na calha; diminuição da profundidade; progressiva transferência de curva de meandro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SOUZA, C. A. de; PIERANGELI, M. A.; SOUSA, J. B. de. ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO CORREDOR FLUVIAL DO RIO PARAGUAI NO TRECHO ENTRE CÁCERES E A ILHA TAIAMÃ/MT. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 64, n. 6, 2012. DOI: 10.14393/rbcv64n6-43803. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43803. Acesso em: 1 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Célia Alves de Souza, Universidade do Estado de Mato Grosso

Universidade do Estado de Mato Grosso

Maria Aparecida Pierangeli, Universidade do Estado de Mato Grosso

Universidade do Estado de Mato Grosso

Juberto Babilônia de Sousa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso