Impressões sobre o ensinar e o aprender em tempos de pandemia de COVID-19

Conteúdo do artigo principal

Ana Lúcia Gomes
https://orcid.org/0000-0002-6235-8847

Resumo

A severidade da pandemia do COVID-19 levou à adoção de medidas para diminuir o contágio entre as pessoas pelo vírus. Considerando a dinâmica escolar, que envolve interação próxima e aglomerações, decidiu-se pela suspensão das atividades escolares presenciais. Face a possíveis efeitos negativos na aprendizagem optou-se pela continuidade do ensino de forma remota. O presente trabalho busca refletir sobre as impressões que professores, alunos e pais têm a respeito do processo de ensino-aprendizagem remoto usado pelas escolas particulares da cidade do Rio de Janeiro ante a pandemia. O estudo de natureza qualitativa e exploratória, envolveu 36 participantes. Como metodologia usamos a entrevista não-estruturada. Os resultados sinalizaram especificidades de cada grupo e indicaram que apesar das dificuldades enfrentadas  eles desenvolveram uma nova postura diante do processo de ensino-aprendizagem como um todo e descobriram outras possibilidades para ensinarem e aprenderem no contexto do ensino emergencial a distância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Gomes, A. L. . (2021). Impressões sobre o ensinar e o aprender em tempos de pandemia de COVID-19. Ensino Em Re-Vista, 28(Contínua), e014. https://doi.org/10.14393/ER-v28a2021-14
Seção
ARTIGOS DE DEMANTA CONTÍNUA

Referências

ARRUDA, E. P. Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. EmRede, v. 7, n. 1, p. 257-275. 2020. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/issue/view/15. Acesso em: 09/06/2020.

BURGESS, S.; SIEVERTSEN, H. H. “Schools, skills, and learning: The impact of COVID-19 on education”. 2020. VOX CEPR Policy Portal [01/04/2020]. Disponível em: https://voxeu.org/article/impact-covid-19-education. Acesso em: 02/06/2020.

DIAS, R.; LEITE, L. S. Educação a distância: da legislação ao pedagógico. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

GOMES, A. L. Tecnologia em sala de aula: a inovação do ensino através da aprendizagem 3D. Educação e Cultura Contemporânea, v. 11, p. 60-84, 2014. Disponível em: http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/viewArticle/908. Acesso em: 04/06/2020.

KENSKY, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2007.

SEN-CROWE, B.; MCKENNEY, M.; ELKBULI, A. Social distancing during the COVID-19 pandemic: Staying home save lives. American Journal of Emergency Medicine. 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j. ajem.2020.03.063. Acesso em: 02/06/2020.

SENHORAS, E. M. Coronavírus e educação: análise dos impactos assimétricos. Boletim de Conjuntura. V.2, n.5. 2020. Disponível em: https://revista.ufrr.br/boca/article/view/Covid-19Educacao. Acesso 02/06/2020.

VIANNA, L., ATAIDE, C. A.; FERREIRA, M. C. (2015). Educação a distância no brasil: cotidiano, prática, avanços e perspectivas. 8º Encontro Internacional de Formação de Professores e 9º Fórum Permanente de Inovação Educacional v. 8, n. 1. 2015. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/index.php/enfope/article/view/1635/176. Acesso em: 09/06/2020.

RONDINI, C. A.; PEDRO, K. M.; DUARTE, C. S.. Pandemia do COVID-19 e o ensino remoto emergencial: mudanças na práxis docente. Interfaces Científicas – Educação.Disponível em: v. 10 n. 1 (2020): NÚMERO TEMÁTICO - Cenários escolares em tempo de COVID-19. Acesso em: 02/02/2021.

ZOMER, L. B.; SANTOS, A. R.; COSTA, K. C. O. O perfil de alunos do curso de administração: um estudo com base nas gerações x, y e z. Revista GUAL, Florianópolis, v. 11, n. 2, p. 198-221, maio 2018. Disponível em: file:///C:/Users/msalf_000/Downloads/54489-194991-1-PB.pdf. Acessado em: 10/06/2020.