A interdisciplinaridade nas Licenciaturas em Educação do Campo nas Ciências da Natureza: possibilidades e desafios

Conteúdo do artigo principal

Cristiane Muenchen
https://orcid.org/0000-0003-3144-0933
Tamine Santos Sául
https://orcid.org/0000-0001-6746-9725

Resumo

Este trabalho objetiva responder de que forma a interdisciplinaridade é trabalhada nas Licenciaturas em Educação do Campo, na Área de Ciências da Natureza, no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil,  a partir da análise de Projetos Pedagógicos e entrevistas, sendo que a metodologia de análise utilizada foi a Análise Textual Discursiva. Como resultados, duas categorias são discutidas: “Possibilidades de interdisciplinaridade” e “Desafios para a prática da interdisciplinaridade” nas Licenciaturas em Educação do Campo. As análises permitiram identificar que os cursos analisados construíram possibilidades, como a formatação dos semestres, das disciplinas e o trabalho a partir de temas. Quanto aos desafios, destaca-se a relevância de uma formação permanente e de espaços para discussões e planejamentos coletivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Muenchen, C. ., & Sául, T. S. . (2020). A interdisciplinaridade nas Licenciaturas em Educação do Campo nas Ciências da Natureza: possibilidades e desafios. Ensino Em Re-Vista, 27(1), 203–227. https://doi.org/10.14393/ER-v27n1a2020-9
Seção
Dossiê O caminho se faz caminhando: formação docente no fazer e refazer

Referências

ALMEIDA, D. L. de.; CAVALCANTE, R. de. J. S.; MORENO, G. de. S. Educação do Campo: prática interdisciplinar no ensino de Ciências da Natureza e Matemática na Escola Pedro Marinho Oliveira, Pará. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do trabalho docente interdisciplinar Volume II. Editora Universidade de Brasília, 2017.

AULER, D.; ROSO, C. C. A participação na construção do currículo: práticas educativas vinculadas ao movimento CTS. Ciência Educação. Baurú, v. 22. N. 2. 2016.

BIZERRIL, M. X. A. Oportunidades e desafios para a Educação do Campo a partir do ―Seminário de formação para o trabalho interdisciplinar na área de Ciências da Natureza e Matemática nas escolas do campo‖. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o Ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do Trabalho Docente interdisciplinar. Brasília: MDA, 2014.

BRICK, E. M. Realidade e Ensino de Ciências. Tese de doutorado. Florianópolis, SC: UFSC, 2017.

BRITTO, N. S.; SILVA, T. G. R. Educação do Campo: formação em ciências da natureza e o estudo da realidade. Educação e realidade. Porto Alegre, v. 40, n. 3, p. 763-784, jul./set. 2015.

COSTA, F. A.; COSTA, F. A.; MORENO, G. de. S. Prática do trabalho interdisciplinar em Ciências da Natureza e Matemática na Escola Municipal Nova Canaã, Jacundá/PA. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do trabalho docente interdisciplinar Volume II. Editora Universidade de Brasília, 2017.

DALLARI, D. de A. Pedagogia da libertação. In: Gadotti, M. Paulo Freire uma bibliografia. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire; Brasília, DF; UNESCO, 1996.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de ciências: fundamentos e métodos. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

___________. La Educación en Ciencias y la Perspectiva de Paulo Freire. Alexandria Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v.1, n.2, p.37-62, 2008

FALEIRO, W.; FARIAS, M. N. Formadores de professores em Educação do Campo em Goiás. Revista Brasileira de Educação do Campo. Tocantinópolia. V. 1, n.1, p. 88-106 jan./jun., 2016.

FERREIRA, M. J. L.; MOLINA, M. C. Desafios à formação de Educadores do Campo: tecendo algumas relações entre os pensamentos de Pistrak e Paulo Freire. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o Ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do Trabalho Docente interdisciplinar. Brasília: MDA, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 57. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

______, P. Ação Cultural para a Liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro, São Paulo: Paz e Terra, 2015.

FRIGOTTO, G. A interdisciplinaridade como necessidade e como problema nas ciências sociais. Revista do centro de Educação e Letras. Unioste, Foz do Iguaçu. V. 10 – nº 1, p. 41-62. 2008.

GHEDINI, C. M.; ONÇAY, S. T. V.; DEBORTOLI, S. F. B. Educação do Campo e prática pedagógica desde um viés freireano: possibilidade de construção da consciência e da realidade. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o Ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do Trabalho Docente interdisciplinar. Brasília: MDA, 2014.

HUDLER, T. G. R. da S. Em questão: os processos investigativos na formação inicial de educadores do campo – área de ciências da natureza e matemática. Dissertação de Mestrado. Florianópolis, SC: UFSC, 2015.

ILHA, G. C. O Diálogo entre a Formação Tecnocientífica e a Humanística na Educação Tecnológica: uma Problematização a partir do Estudo de Caso do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da UFSM. Dissertação de Mestrado. Santa Maria, RS: UFSM, 2014.

LOPES, E. A. de. M.; MARTINS, N. de. P.; MOLINA, M. C.; BIZERRIL, M. X. A. Um olhar sobre as experiências: reflexões a partir das monografias da Especialização em Educação do Campo para o Trabalho Interdisciplinar em Ciências da Natureza e Matemática. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do trabalho docente interdisciplinar Volume II. Editora Universidade de Brasília, 2017.

MIRANDA, V. da. C. de.; BRICK, E. M. O ensino de Ciências da Natureza e Matemática e a perspectiva freiriana na Escola do Campo: reflexões sobre uma experiência no Assentamento Antônio Conselheiro, Barra do Bugres/MT. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do trabalho docente interdisciplinar Volume II. Editora Universidade de Brasília, 2017.

MOLINA, M. C. SÁ, L. M. A Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília: Estratégias Político-Pedagógicas na Formação de Educadores do Campo. In: Licenciaturas em Educação do Campo, Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

MORAES, R. GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. Ijuí: Editora Unijuí, 2013.

PAITER, L. L.; RODRIGUES, M.; BRITTO, N. S. A construção coletiva da programação escolar na área de Ciências da Natureza em Rio Negrinho/SC: ―Aqui a terra é muito pobre?‖. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do trabalho docente interdisciplinar Volume II. Editora Universidade de Brasília, 2017.

PANIZ, C. M. O PIBID como política articuladora na construção de currículos críticos: o trabalho desenvolvido no Instituto Federal Farroupilha - Campus São Vicente do Sul. Tese de doutorado. Santa Maria: UFSM, 2017.

SILVA, A. F. G. A construção do currículo na perspectiva popular crítica: das falas significativas às práticas contextualizadas. 2004. 539 p. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004, 539 p.

SILVA, A. F. G.; T. J. da.; PINHEIRO, N. C. Transformando o inimigo em aliado: uma experiência com o uso de celulares em sala de aula como tema gerador em uma Escola do Campo. In: MOLINA, M. C. (Org.). Licenciaturas em Educação do Campo e o ensino de Ciências Naturais: desafios à promoção do trabalho docente interdisciplinar Volume II. Editora Universidade de Brasília, 2017.

TAFFAREL, C. Z. JÚLIOR, C. de L. S. GAMA, C. N. et al. Desafios da Educação do Campo na UFBA: proposições superadoras – o Sistema de Complexos. In: Licenciaturas em Educação do Campo, Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

THIESEN, J. da. S.; OLIVEIRA, M. A. de. O lugar do currículo na/da educação do campo no Brasil: aproximações e teorias curriculares. Cultura Escolar e Formação de Professores. Cuiabá. V. 21. N. 45. 2012.

TORRES, R. M. Por que uma releitura de Freire? In: Gadotti, M. Paulo Freire uma bibliografia. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire; Brasília, DF; UNESCO, 1996.