Política agrícola no Brasil e na Alemanha

uma abordagem comparativa entre a Mesorregião Oeste do Paraná e estado de Nordrhein-Westfalen

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT164003

Resumo

A agricultura ocupa papel fundamental na sociedade, tanto nas economias desenvolvidas quanto nas em desenvolvimento. No Brasil, ela tem cumprido suas funções básicas, estando fortemente ligada à dinâmica econômica e a segurança alimentar. Na União Europeia (UE) a agricultura também tem ocupado papel de destaque que, após a Segunda Guerra Mundial, se desdobrou na formulação de uma Política Agrícola Comum (PAC) que esteve principalmente pautada em proporcionar segurança alimentar no âmbito de seu território. Porém, durante sua trajetória a política sofreu forte influência dos interesses particulares de seus países-membros ligados a questões comerciais, as quais foram componentes importantes nas decisões tomadas no aspecto econômico da política agrícola, o que acabou por elevar a relevância econômica da agricultura para as relações comerciais da UE. Neste contexto que se insere o estudo, o qual está norteado em discutir os objetivos estrutura da política agrícola no Brasil e na Alemanha e suas implicações na Mesorregião Oeste do Paraná e o Estado de Nordrhein-Westfalen. Logo, foi possível perceber que o arranjo institucional da política de crédito rural brasileira foi formatado para responder a incentivos via preços de mercado, os quais são ditados pelo comércio internacional de commodities. Enquanto a PAC ocupou-se de manter o status quo no campo pela via pública desvinculada do mercado de preços agrícolas. Processo este, que foi sustentado via transferências de recursos da sociedade para os agricultores por meio de custosos subsídios e acabaram por auxiliar na manutenção do espaço rural em ambos os territórios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo de Pintor, Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Economista da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA. Doutorando e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, PGDRA - UNIOESTE, Toledo. Graduado em Economia pela Universidade Estadual de Maringá - UEM

Carlos Alberto Piacenti, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutor em Economia Aplicada (2009) e Mestre em Economia Rural pela Universidade Federal de Viçosa (1988), Graduado em Ciências Econômicas pela Faculdade de Ciências Econômicas do Sul de Minas (1984). Professor Associado da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE.

Downloads

Publicado

29-04-2021

Como Citar

DE PINTOR, E.; PIACENTI, C. A. Política agrícola no Brasil e na Alemanha: uma abordagem comparativa entre a Mesorregião Oeste do Paraná e estado de Nordrhein-Westfalen. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 16, n. 40 Abr., p. 66–90, 2021. DOI: 10.14393/RCT164003. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/58108. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos