(Des)envolvimento regional, fronteira e o espaço do agronegócio no Tocantins

Autores

  • Roberto de Souza Santos Universidade Federal do Tocantins

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT153502

Resumo

O objetivo deste artigo é demonstrar e analisar os indicadores sociais dos municípios tocantinenses de Campos Lindos, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Pedro Afonso e Porto Nacional no período de 1991 a 2010 onde atua o agronegócio. O que se percebe é que os índices de qualidade de vida social dos municípios analisados não correspondem aos índices recomendados pela Organização das Nações Unidas. Os procedimentos metodológicos basearam-se no método qualitativo e em uma revisão bibliográfica sobre o debate teórico a respeito da relação entre a atividade econômica do agronegócio e as condições sociais da população local. Tais procedimentos foram organizados e executados a partir de uma análise teórico-crítica sobre os desdobramentos sociais fronteira capitalista no Tocantins.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-06-2020

Como Citar

SANTOS, R. de S. (Des)envolvimento regional, fronteira e o espaço do agronegócio no Tocantins . Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 15, n. 35 Abr., p. 32–61, 2020. DOI: 10.14393/RCT153502. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/50215. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos