Desenvolvimento rural e PRONAF

um estudo para os municípios mineiros

Autores

  • Fernanda Faria Silva UFOP
  • Rodrigo Malta dos Santos Programa de Pós Graduação em Agronegócio da Universidade de Brasília (PROPAGA - UnB)

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT133007

Resumo

A paisagem rural de Minas Gerais é bastante heterogênea e revela grandes desafios regionais. Por um lado, existem municípios com alto grau de desenvolvimento rural (como no Triângulo Mineiro, por exemplo), em contrapartida, muitos outros caracterizam-se pelo baixo grau de desenvolvimento rural, pobreza, elevada desigualdade social, desemprego, tal como se verifica no Vale do Jequitinhonha e Mucuri. As perspectivas de melhora dessas condições devem passar, entre outros fatores, pela ampliação do financiamento e investimento público. O objetivo desse trabalho é verificar a lógica da distribuição de recursos do PRONAF  a partir de um Indicador de Desenvolvimento Rural (IDR). Baseado nos trabalhos de Kageyama (2004), Silva (2006) e Stege e Parré (2013) - foi feito um ranqueamento dos municípios de Minas Gerais nas dimensões Sócio Demográfica, Político Institucional, Econômica e Ambiental. A partir do IDR, pode-se comparar o grau de desenvolvimento rural dos municípios versus a liberação dos recursos do PRONAF. Foi corroborada a hipótese de que a lógica de concentração de recursos do PRONAF continua concentradora naqueles municípios com melhores indicadores econômicos, sociais, institucionais e ambientais. A despeito da criação de novas modalidades como tentativa de incorporar outros públicos - alvos mais marginalizados, o programa continua tendo uma atuação mais efetiva nos municípios economicamente mais integrados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Faria Silva, UFOP

Doctor Degree in Economics from Center of Development and Regional Planning, CEDEPLAR/UFMG (2007- 2011). Professor of Economics at Federal University of Ouro Preto (ICSA/ UFOP). Graduate Studies Program Coordinator (Master in Applied Economics - UFOP): from 04 January 2016 to 01 April 2018. Coordinator of "Emergent" Group in Applied Economics (PROPP/ UFOP and CNPq) - (May 2013 - December 2015). Researcher at Laboratory of Studies on Money and Territory (LEMTe) at CEDEPLAR/ UFMG (2008 - actually) and Laboratory of Regional and Urban Analysis at UERJ/ RJ (2017). Visiting Scholarship Student at University of La Laguna, Spain (September 2009- August 2010). Her research interests issues include: Development economics; monetary economy; Brazilian economy, regional economy, rural economy. 

Rodrigo Malta dos Santos, Programa de Pós Graduação em Agronegócio da Universidade de Brasília (PROPAGA - UnB)

Mestrando em Agronegócio pelo Programa de Pós Graduação em Agronegócio da Universidade de Brasília (PROPAGA - UnB). Graduado em Ciências Econômicas (2011 - 2015) pela Universidade Federal de Minas Gerais. Foi bolsista de Iniciação Científica do Programa PIBIC- CNPq. Tem interesse nos seguintes temas: agricultura familiar, agronegócios, financeirização,  economia agrícola e economia brasileira.

Downloads

Publicado

19-04-2019

Como Citar

SILVA, F. F.; DOS SANTOS, R. M. Desenvolvimento rural e PRONAF: um estudo para os municípios mineiros. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 13, n. 30 Ago., 2019. DOI: 10.14393/RCT133007. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/42891. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos