Educação e desenvolvimento do campo no estado do Tocantins: uma realidade possível?

Autores

  • Erna Augusta Denzin Schultz Universidade Federal do Tocantins - UFT
  • Elizeu Ribeiro Lira Universidade Federal do Tocantins - UFT

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT61213471

Palavras-chave:

Educação do Campo, Campesinato, Agronegócio, Desenvolvimento regional

Resumo

O presente trabalho levanta uma discussão sobre o papel da educação no desenvolvimento do campo no estado do Tocantins. Para isso realizamos uma investigação em duas escolas rurais do estado, a saber: a Escola de Canuanã e a Escola Família Agrícola de Porto Nacional. Por meio das propostas das escolas em questão investigamos as práticas, comparando-as com o discurso de cada uma delas no sentido de verificar o papel que exercem sobre o desenvolvimento do campo. Por fim, com base num conceito de desenvolvimento que não visa apenas o crescimento econômico, mas sim, o bem estar e a melhoria da qualidade de vida da população, pudemos observar qual das escolas mais se destaca no cumprimento de seu papel enquanto agente promotor de mudanças e desenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erna Augusta Denzin Schultz, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Mestre em Desenvolvimento Regional e Agronegócio -  UFT

Elizeu Ribeiro Lira, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Doutor em Geografia - UFT

Downloads

Publicado

09-08-2011

Como Citar

SCHULTZ, E. A. D.; LIRA, E. R. Educação e desenvolvimento do campo no estado do Tocantins: uma realidade possível? . Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 6, n. 12 Ago., p. 104–133, 2011. DOI: 10.14393/RCT61213471. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/13471. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)