A CONSTRUÇÃO SOCIAL DE PROBLEMAS AMBIENTAIS E A PRODUÇÃO DE INJUSTIÇA ESPACIAL: O BAIRRO RUA DIREITA, EM TRÊS RIOS – RJ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG259970581

Palavras-chave:

Impactos socioambientais, Zonas de sacrifício, Injustiça ambiental, Direito à cidade

Resumo

O presente artigo utiliza a construção social de problemas ambientais como proposta para discutir os problemas ambientais que são socialmente construídos no município de Três Rios – RJ. Com isso, o objetivo do estudo foi identificar as principais reivindicações ambientais dos moradores do bairro Rua Direita, em Três Rios, que é um bairro periférico que contém em seu território diversas fontes potenciais de poluição ambiental, incluindo diversas indústrias, o antigo lixão municipal e o novo aterro sanitário. Buscou-se verificar como a população interpreta a espacialidade desses problemas ambientais e avaliar a produção de injustiça espacial no local. Para isso, foram feitas entrevistas semiestruturadas com os moradores do bairro. Doze entrevistas foram realizadas e o principal problema ambiental identificado foi o aterro sanitário. A partir da operação do aterro, foi identificada a geração de chorume e o seu lançamento nos corpos hídricos do bairro. A população está exposta aos impactos ambientais do chorume. A decisão locacional de concentrar diversas atividades poluidoras no mesmo bairro revela a produção de uma zona de sacrifício dentro do município de Três Rios. O aterro sanitário, então, aparece como um promotor de injustiça espacial e ambiental com anuência do poder público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurício Correia Batista Júnior, Universidade Federal de Juiz de Fora

Bacharel em Gestão Ambiental pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - Instituto Três Rios (2015-2019). Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Juiz de Fora (PPGEO/UFJF). Desenvolve projetos relacionados a conflitos socioambientais no contexto urbano, com foco em justiça ambiental e espacial.

Bruno Milanez, Universidade Federal de Juiz de Fora

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999), mestrado em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de São Carlos (2002) e doutorado em Politica Ambiental - Lincoln University (2006). Atualmente é professor no programa de Pós-graduação em Geografia e no Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Politica Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação dos impactos da cadeia minero-metalúrgica, conflitos socioambientais e capacidade ambiental.

Downloads

Publicado

04-06-2024

Como Citar

BATISTA JÚNIOR, M. C.; MILANEZ, B. A CONSTRUÇÃO SOCIAL DE PROBLEMAS AMBIENTAIS E A PRODUÇÃO DE INJUSTIÇA ESPACIAL: O BAIRRO RUA DIREITA, EM TRÊS RIOS – RJ. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 25, n. 99, p. 179–194, 2024. DOI: 10.14393/RCG259970581. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/70581. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos