O CRONISTA E O GEÓGRAFO: AUTOBIOGRAFIAS URBANAS AFETIVAS E SABERES NA CIDADE DE SOBRAL - CE BRASIL

Autores

  • Raimundo Freitas Aragão Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG259970441

Palavras-chave:

Geografia, Literatura, Cidade de Sobral, Saberes, Afetividade

Resumo

Este artigo tem como objetivo conectar geografias autobiográficas existenciais apoiadas em formas de saberes e de afetividades. Propõe explorar saberes geográficos embasados em conhecimentos vernaculares da literatura cronista e veiculares da ciência geográfica. Neste sentido, procura evidenciar conexões entre duas autobiografias: primeiramente, a de um escritor radicado em Sobral e, em um segundo momento, a de um geógrafo nascido na mesma cidade. Dimensão afetiva da experiência do espaço, saberes geográficos vernaculares e saberes geográficos veiculares acadêmicos são termos-chaves; há fortes interconectividades entre os sujeitos em suas existências particulares, cujos significados explicam as dimensões existenciais como fatos geográficos. A metodologia debruça-se tanto sobre a interpretação existencial das imagens e das paisagens urbanas vividas quanto sobre a busca de suas essências ou de realidades espaciais as quais mais se aproximam do que se distanciam. Ressalta-se que geografia e existências estabelecidas sob saberes particulares e afetividades fazem parte da essência humana no espaço e integram a produção do conhecimento, daí a necessidade de ultrapassar limites científicos metodológicos reducionistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raimundo Freitas Aragão, Universidade Federal do Ceará

Pós-doutor em Geografia Humana pela Universidade Federal do Ceará. Doutor em Geografia Humana pela Universidade Federal do Ceará. Licenciado em Filosofia e bacharel em Geografia com especialização em Educação Ambiental ligada à área geográfica pela Universidade Estadual do Ceará - UECE. Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará - UFC.Membro do LEGES - Laboratório de Estudos Educacionais da Área de Ensino do Departamento de Geografia da UFC, o qual reúne diferentes atividades acadêmicas relacionadas à pesquisa e extensão da Educação Geográfica. O grupo atua na investigação de Práticas do Ensino Básico, Geografia Escolar, Acadêmica. Reúne projetos desenvolvidos nos campos da Cultura (do Campo e Cidade), Comunicação, Religiosidade e Turismo. E no grupo de pesquisa COMPARE - Comunicação Patrimonial e Representação do Espaço Educativo do Departamento de Geografia - UFC. Atua nas áreas de Filosofia, Turismo, Meio Ambiente, Educação Ambiental e Patrimônio Cultural.

Downloads

Publicado

04-06-2024

Como Citar

ARAGÃO, R. F. O CRONISTA E O GEÓGRAFO: AUTOBIOGRAFIAS URBANAS AFETIVAS E SABERES NA CIDADE DE SOBRAL - CE BRASIL. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 25, n. 99, p. 133–147, 2024. DOI: 10.14393/RCG259970441. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/70441. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos