OS ESPAÇOS ABSOLUTO, RELATIVO E RELACIONAL NA NORMATIVA CURRICULAR NACIONAL DE GEOGRAFIA: LIMITES E POSSIBLIDADES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249668348

Palavras-chave:

BNCC/Geografia, Categorias de espaço, Raciocínio geográfico, Ensino de Geografia

Resumo

Este artigo apresenta os resultados egressos da leitura analítica e interpretativa das categorias de espaço presentes na atual normativa curricular nacional de Geografia para o Ensino Fundamental. Nessa leitura foram utilizados os procedimentos metodológicos preconizados pela Grounded Theory, os quais permitiram analisar o sentido dos textos da normativa a partir da interpretação dos pesquisadores. Partindo-se da premissa de que o espaço que interessa ao desenvolvimento do raciocínio geográfico é o espaço socialmente produzido, propõe-se aqui a apropriação do espaço relacional nas aulas de Geografia, sem exclusão dos espaços absoluto e relativo, mas dando-se ênfase ao primeiro. À vista disso, verificou-se que a BNCC/Geografia contempla, em grande medida, o espaço relacional, de modo que a atual normativa curricular nacional abarca questões contemporâneas do campo de pesquisa do ensino de Geografia. Não obstante, no cotejo das informações e dados aqui discutidos, percebe-se que há ainda um longo caminho a perquirir com vistas à qualificação do Ensino de Geografia, seja no campo do currículo nacional prescrito, seja no campo de sua prática efetiva na escola e em sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lúcio Antônio Leite Alvarenga Botelho, Universidade Federal de Minas Gerais | Università Degli Studi di Padova

Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Doutor em Estudos Históricos, Geográficos e Antropológicos pela Universidade de Pádua (UNIPD). Pós-Doutorando na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo.

Roberto Célio Valadão, Universidade Federal de Minas Gerais

Geógrafo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na Universidade Federal da Bahia (IGEO/UFBA) obteve os títulos de Mestre (1991) e Doutor (1998) em Geologia Sedimentar. Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia, Departamento de Geografia, Instituto de Geociencias (IGC) da Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil.

Downloads

Publicado

05-12-2023

Como Citar

BOTELHO, L. A. L. A.; VALADÃO, R. C. OS ESPAÇOS ABSOLUTO, RELATIVO E RELACIONAL NA NORMATIVA CURRICULAR NACIONAL DE GEOGRAFIA: LIMITES E POSSIBLIDADES. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 96, p. 37–50, 2023. DOI: 10.14393/RCG249668348. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/68348. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos