A APLICAÇÃO DO INDICADOR DE SALUBRIDADE AMBIENTAL NAS ÁREAS COM CONCENTRAÇÃO DE DOENÇAS (ISA/ACD) DO DISTRITO SANITÁRIO OESTE (DSO), NATAL-RN – BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249567091

Palavras-chave:

Área com Concentração de Doença (ACD), Dengue, Chikungunya, Zika, Análise espacial

Resumo

O objetivo deste artigo foi avaliar o Indicador de Salubridade Ambiental (ISA) das Áreas com Concentração das Doenças (ACD) dengue, chikungunya e zika no território do Distrito Sanitário Oeste (DSO) da Cidade de Natal-RN. A metodologia está dividida em duas estratégias: teórica-conceitual e operacional. A primeira etapa apresenta os principais levantamentos documentais e bibliográficos que ajudaram na reflexão e discussão sobre o processo saúde-doença, homem-ambiente e salubridade para a Geografia da Saúde. A segunda etapa aborda os procedimentos operacionais que definiram: as escalas espaciais, temporais, formulários, banco de dados e a adaptação do Indicador de Salubridade Ambiental em Áreas com Concentração de Doenças (ISA/ACD). No resultado, essa pesquisa demonstrou que o uso do Sistema de Informação Geográfica (SIG) e das técnicas de análise espacial, contribuíram na identificação e análise espacial dos lugares com condições de salubridade ambiental baixa e insalubre, que estão contidas nas áreas com casos das doenças dengue, chikungunya e zika.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogo Felipe Santos de Moura, Universidade Estadual de Campinas

Doutorando em Geografia pelo Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Campinas - Unicamp-SP. Mestre em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia (PPGe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2020). Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2017). Licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2022). Participou como pesquisador no Projeto FUNPEC/UFRN/FRONTEIRA LESTE BRASIL, cujo o objetivo geral era Identificar, caracterizar e analisar os problemas e potenciais da Amazônia Azul, visando o aperfeiçoamento das políticas públicas voltadas para o mar e para a porção litorânea do Brasil. Realizou um apoio técnico no Programa de Pós-Graduação em Geografia Licenciatura (GEOPROF). Atuou como geógrafo/estagiário na Secretaria Municipal de Saúde de Natal/RN, realizando estudo de reterritorialização da Unidade de Saúde da Família África, Natal/RN. Atuou como bolsista de iniciação científica (IC) da PROPESQ/UFRN, realizando pesquisa no projeto: ESTUDO MORFODINÂMICO DO SISTEMA PRAIA-DUNA, ENFATIZANDO OS PROCESSOS DE EROSÃO E SEDIMENTAÇÃO COSTEIRA NA PRAIA DE CACIMBINHAS, MUNICÍPIO DE TIBAU DO SUL/RN. Participou como bolsista no Laboratório de Geografia Física (LABGEOFIS) realizando atividades no projeto: FUNPEC/PETROBRAS/SEDIMENTOLOGIA NAS BACIAS POTIGUAR E CEARÁ. 

Adriano Lima Troleis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003) e Doutorado em Geografia, Área de Concentração Análise Ambiental e Territorial pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Atualmente é professor Associado I da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes. Atua como docente no ensino presencial nos cursos de Licenciatura e Bacharelado e no Ead no curso de Licenciatura. Professor dos Programas de Pós-Graduação em Geografia (Acadêmico) e Ensino de Geografia (Profissional). Tem experiência e projetos na área de Geografia Física, atuando principalmente nos seguintes temas: aterro sanitário, poluição hídrica superficial e subterrânea, sistema de tratamento e abastecimento de água, saúde ambiental e problemas ambientais e sociais urbanos. Também desenvolve pesquisa na área de Ensino de Geografia com os temas: construção de recursos didáticos aplicados na educação básica e sua contribuição dentro do processo de aprendizagem. No ano de 2016 realizou o Pós-Doutoramento na Universidade do Minho\Portugal e sua investigação esteve relacionada a criação de um Índice que avalia a Qualidade de Sistemas de Abastecimentos de Água que está sendo aplicado em cidades Brasileiras e Portuguesas.

Downloads

Publicado

02-10-2023

Como Citar

MOURA, D. F. S. de; TROLEIS, A. L. A APLICAÇÃO DO INDICADOR DE SALUBRIDADE AMBIENTAL NAS ÁREAS COM CONCENTRAÇÃO DE DOENÇAS (ISA/ACD) DO DISTRITO SANITÁRIO OESTE (DSO), NATAL-RN – BRASIL. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 95, p. 180–197, 2023. DOI: 10.14393/RCG249567091. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/67091. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos