EQUILIBRANDO OS TRADE-OFFS ENTRE VALORES DE NATUREZA PARA UMA GESTÃO MAIS PARTICIPATIVA DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO: O CASO DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL SÃO FRANCISCO XAVIER

Autores

  • Raquel Henrique Universidade do Vale do Paraíba
  • Nathan David Vogt Universidade do Vale do Paraíba
  • Maria Angélica Toniolo Universidade do Vale do Paraíba
  • Cilene Gomes Universidade do Vale do Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249262995

Palavras-chave:

Área de Proteção Ambiental (APA), São Francisco Xavier (SFX), Valores Relacionais, Serviços Ecossistêmicos, Trade-offs

Resumo

Este artigo tem como objetivo investigar e identificar os trade-offs que existem entre os atores no processo de concepção e gestão do uso e ocupação do solo na Área de Proteção Ambiental (APA) São Francisco Xavier (SFX). A investigação foi realizada com três grupos de atores sociais locais que ocupam e influenciam o uso e ocupação do solo - pequenos produtores de leite, proprietários de pousadas e agentes imobiliários. O estudo analisa o conhecimento deles em relação a função dessa categoria de unidade de conservação, o grau de participação no Conselho Gestor (CG) e os valores relativos atribuídos aos bens e serviços ecossistêmicos que cada um possui no planejamento da gestão da APA. Métodos mistos qualitativos e quantitativos foram utilizados, incluindo a observação participante. O principal resultado foi a identificação de divergências na atribuição de valores e prioridades em relação aos bens e serviços ecossistêmicos para a restauração da paisagem, portanto o planejamento ambiental do território precisa considerar trade-offs entre os diferentes atores – bem como os desafios para a participação do planejamento – a fim de garantir que os objetivos da APA sejam alcançados e mantidos a longo prazo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Henrique, Universidade do Vale do Paraíba

Possui graduação de Licenciatura em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2011) e Bacharel em Geografia pela mesma instituição. Formou-se em Técnica em Agrimensura em julho de 2012. Possui conhecimento em SIGs e CADs, como SPRING e AUTOCAD, e topografia. Na área de Geografia, possui experiência em Geografia Humana, com ênfase na Geografia da Saúde.

Nathan David Vogt, Universidade do Vale do Paraíba

Tenho doutorado (2005) em Ciências Ambientais com Doutorado em Dimensões Humanas da Mudança Ambiental Global (Interdisciplinar, Ciência da Mudança Global que surgiu no final dos anos 1980). Atualmente sou pesquisador associado do departamento de Planejamento Urbano e Regional da Universidade do Vale do Paraíba e do Centro de Avaliação de Paisagens Sócio-Ecológicas (CASEL) da Universidade de Indiana. Meus interesses de pesquisa incluem como as populações locais adaptam seu uso de recursos e estratégias de gestão em resposta às mudanças globais (por exemplo, mercados, regularização fundiária, mudanças climáticas) e como estas são expressas em suas paisagens e bem-estar. Os interesses tópicos incluem o uso da terra e a história da paisagem, instituições (formais e informais) e ação coletiva para governar os ecossistemas e seus serviços, conhecimento ecológico local, análise de sistemas sócio-ecológicos e ciência da sustentabilidade. Minhas ferramentas de pesquisa incluem uma integração de metodologias e teorias do social (por exemplo, decisões individuais e agência, ação coletiva) e ciências naturais (por exemplo, processos do ecossistema). Isso inclui etnografia, pesquisas, análises institucionais, avaliações de ecossistemas, GIS e sensoriamento remoto para analisar as interações humano-ambientais em biomas florestais em diversas escalas e níveis. Sou membro do Programa Global Land. Foi nomeado para o IPBES como autor principal para avaliações regionais e sub-regionais. Publicações ResearchGate: https://www.researchgate.net/profile/Nathan_Vogt Publicações do Google: https://scholar.google.com/citations?user=01Fyp-gAAAAJ&hl=en LinkedIn: https://www.linkedin.com/ perfil / visualização? id = 416470497 & trk = nav_responsive_tab_profile_pic (Fonte: Currículo Lattes)

Maria Angélica Toniolo, Universidade do Vale do Paraíba

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (1989), mestrado em Políticas e Desenvolvimento Internacional pela Duke University (1998) e doutorado em Políticas Públicas pela Indiana University (2004). É professora e pesquisadora da Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP) e cientista colaborador do Center for the Analysis of Social-Ecological Landscapes (CASEL) da Indiana University. Seu doutorado integra as áreas de conhecimento das Ciências Políticas e Ambientais, com ênfase em Análise Institucional e Teoria dos Recursos Comuns. Trabalhou por mais de vinte anos na Região Amazônica com projetos de pesquisa e conservação dos recursos naturais, com ênfase nos seguintes temas: governança multinível de recursos comuns, agricultura familiar, conservação, REDD+ e dimensões humanas das mudanças ambientais globais. Desde 2014 atua como pesquisadora e professora dos Programas de Mestrado e Doutorado em Planejamento Urbano e Regional (PLUR) da UNIVAP. Desenvolve pesquisa na área de Planejamento Regional, com ênfase na governança de recursos hídricos na Bacia do Rio Paraíba do Sul e na avaliação de impactos de iniciativas de desenvolvimento sustentável na Amazônia, com ênfase nas interações rural-urbano nos meios de subsistência e no ambiente.

Cilene Gomes, Universidade do Vale do Paraíba

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (1983), mestrado e doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (1994, 2001). Estágios de pós-doutorado concluídos no Instituto de Pesquisa e Planejamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011), no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (2014) e no Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional (PLUR) da Universidade do Vale do Paraíba (2017). Atualmente é docente-pesquisadora do PLUR da Universidade do Vale do Paraíba e é coordenadora do Observatório Regional do Vale do Paraíba e Litoral Norte, sediado no Núcleo de Estudos do Espaço Urbano e Regional (NEEUR). Tem experiência no campo do ensino e pesquisa na área de Arquitetura e Urbanismo, Geografia Humana e Planejamento Urbano e Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: estudos urbanos e regionais, planejamento urbano e regional, urbanização, metropolização e regionalização, rede urbana, cidades, sociedade da informação e comunicação, geotecnologias, participação social, cidadania, metodologia científica e psicologia social.

Downloads

Publicado

04-04-2023

Como Citar

HENRIQUE, R.; VOGT, N. D.; TONIOLO, M. A.; GOMES, C. EQUILIBRANDO OS TRADE-OFFS ENTRE VALORES DE NATUREZA PARA UMA GESTÃO MAIS PARTICIPATIVA DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO: O CASO DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL SÃO FRANCISCO XAVIER. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 92, p. 71–89, 2023. DOI: 10.14393/RCG249262995. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/62995. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos