ASPECTOS METODOLÓGICOS DA ESTATÍSTICA E DA GEOGRAFIA PARA ANÁLISE DA DIFUSÃO DA COVID-19 NA MESORREGIÃO SUL/SUDOESTE DE MINAS GERAIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249161971

Palavras-chave:

Análise espacial, Sistema de Movimento, Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas Gerais, Covid-19

Resumo

Apresenta-se, neste artigo, uma análise inicial de estudos estatísticos aplicados aos métodos geográficos. Busca-se atender a demanda de análises em promoção da saúde pública e, em especial, investigar a transmissão da Covid-19 na Mesorregião Sul/Sudoeste do estado de Minas Gerais, no período de março de 2020 a março de 2021. A relação entre a Estatística descritiva e a Geografia é extremamente importante quando se lida com epidemiologia. A Covid-19 trouxe debates que colocaram em destaque o uso dessas ferramentas como fundamentais para a elaboração de estratégias e planejamento frente à pandemia do SARS-COV-2. O objetivo deste artigo é engajar pesquisadores na atenção e na operacionalização de dados espaciais como elementos fundamentais para as estratégias de planejamento. A partir da contextualização dos conceitos e da consideração dos problemas inerentes aos usos da estatística para análise espacial da Covid-19, serão construídas as potencialidades da estatística como aliada à epidemiologia. Para tanto, foram analisados os dados correspondentes aos processos de difusão e distribuição da Covid-19 a partir da hipótese de interiorização da contaminação da doença na Mesorregião em estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Henrique de Oliveira Teixeira, Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Professor adjunto da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), com atuação no Instituto Latino-Americano de Tecnologia, Infraestrutura e Território (ILATIT), atualmente é coordenador institucional da UNILA no Programa de Residência Pedagógica da CAPES e Vice-Coordenador do Curso de Geografia - Bacharelado. Doutor em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2018), onde também obteve os títulos de Mestre (2013), Bacharel (2010) e Licenciado (2010) em Geografia. Foi professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), campus Poços de Caldas, onde atuou como coordenador do curso superior de Licenciatura em Geografia. Atua na área de Geografia Humana, com ênfase em planejamento territorial, planejamento urbano e regional, usos corporativos do território e ensino de Geografia. É líder do Grupo de Estudos em Planejamento Territorial e Ambiental (GEPLAN) e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Alfenas (PPGEO/UNIFAL).

Júlia Marchesin Caetano, Escola Nacional de Ciências Estatísticas

Arquiteta e Urbanista graduada pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Pesquisadora externa do Grupo de Estudos em Planejamento Territorial e Ambiental (GEPLAN) do Instituto Federal do Sul de Minas. Atualmente é mestranda em População, Território e Estatísticas Públicas pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE/IBGE).

Downloads

Publicado

22-02-2023

Como Citar

TEIXEIRA, S. H. de O.; CAETANO, J. M. ASPECTOS METODOLÓGICOS DA ESTATÍSTICA E DA GEOGRAFIA PARA ANÁLISE DA DIFUSÃO DA COVID-19 NA MESORREGIÃO SUL/SUDOESTE DE MINAS GERAIS. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 91, p. 153–165, 2023. DOI: 10.14393/RCG249161971. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/61971. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos