MAPEAMENTO E ANÁLISE DE VULNERABILIDADE SOCIAL NO MUNICÍPIO DE BARCARENA-PA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249161628

Palavras-chave:

Vulnerabilidade Social, Análise Fatorial, Geoprocessamento

Resumo

Municípios são os locais ideais para estudos sobre vulnerabilidades sociais, por serem unidades territoriais onde emergem fragilidades sociais e os conflitos são latentes. Por essa razão, o objetivo deste artigo foi operacionalizar empiricamente o conceito de vulnerabilidade social, através de um indicador de vulnerabilidade com integração de dados socioeconômicos do Censo 2010 do IBGE para mapear e analisar situações de suscetibilidade em escala municipal em Barcarena-PA. Para isso, classificou-se a vulnerabilidade utilizando um estudo de análise fatorial no software SPSS 24 e, posteriormente, visualizaram-se os dados no software QGIS 3 para identificação dos recortes espaciais vulneráveis. Os resultados mostraram que a grande maioria dos setores censitários se encontra em situação de vulnerabilidade de moderada a alta. Em seguida, os 10 setores censitários mais vulneráveis foram ranqueados, constatando-se que as zonas críticas se localizam na região das ilhas, rural e bairros de ocupação espontânea em Vila dos Cabanos e na velha Barcarena. Destaca-se a existência de diferenças sociais entre o distrito planejado (Vila dos Cabanos) e um não planejado (sede de Barcarena). Constata-se assim que município possui muitas disparidades, as quais necessitam de um enfrentamento e intervenção de políticas efetivas urgente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stephanie Jael Negrão de Freitas, Universidade Federal do Pará

Mestra em Ciências Ambientais pela Universidade Federal do Pará (2021), Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Faculdade Ideal (2020), possui bacharelado em Engenharia Ambiental e Sanitária pela Universidade da Amazônia (2018). Atualmente é doutoranda em Agroecologia na Universidade Estadual do Maranhão.

Márcia Aparecida da Silva Pimentel, Universidade Federal do Pará

Geógrafa. Possui bacharelado e licenciatura em Geografia pela Universidade de São Paulo (1989). Mestrado em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (1996). Doutorado em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (2002). Realizou estágio pós-doutoral no Programa de Geografia Humana da Universidade de São Paulo, no período de agosto de 2013 a janeiro de 2014, financiado pelo Procad-Casadinho (UFPA-USP). Em 2017-2018, realizou o segundo estágio pós-doutoral na Universidad del Oriente, em Santiago de Cuba (Cuba), participando do Programa MES-CUBA,com apoio financeiro da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-CAPES. É professora efetiva da Universidade Federal do Pará, no curso de Graduação em Geografia, desde 2005. Integra os Programas de Pós-Graduação de Geografia (PPGeo), de Ciências Ambientais (PPGCA) e de Gestão de Riscos e Desastres (PPGGRD- profissional). Coordenadora do Grupo de Estudo Paisagem e Planejamento Ambiental - GEPPAM/UFPA. Atua, principalmente, nos seguintes temas: geoecologia da paisagem, planejamento ambiental, áreas protegidas e comunidades tradicionais. Coordena Programas de Pesquisa e Extensão Universitária em Unidades de Conservação de Uso Sustentável. É colaboradora de projetos de pesquisa na zona costeira paraense.

Edson Marcos Leal Soares Ramos, Universidade Federal do Pará

Bacharel em Estatística pela Universidade Federal do Pará (1994), mestre em Estatística pela Universidade Federal de Pernambuco (1999) e Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). É professor Titular da Universidade Federal do Pará. É Professor do Programa de Pós-graduação em Segurança Pública da Universidade Federal do Pará. É Conselheiro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. É professor colaborador da Universidade de Cabo Verde no mestrado de Segurança Pública. Tem experiência nas áreas de Estatística, Engenharia de Produção, Segurança Pública e Economia, com ênfase em Métodos e Modelos Matemáticos, Econométricos e Estatísticos, atuando principalmente nos seguintes temas: estatística, séries temporais, modelagem, previsão, planejamento de experimentos, segurança pública e controle estatístico da qualidade.

Giordani Rafael Conceição Sodré, Universidade Federal do Pará

Bacharel em Meteorologia pela Universidade Federal do Pará (2010), mestre (2013) e Doutor (2019) em Ciências Ambientais pela Universidade Federal do Pará.Tenho experiência na área de Geociências, atuando principalmente nos seguintes temas: meteorologia, sensoriamento remoto, sistema de informação geográfica (SIG), análise ambiental, voltado pricipalmente para pesquisa sobre descargas atmosfericas na área da meteorologia. Nas Ciencias Ambientais realizo pesquisas interdisciplinares com foco no desenvolvimento de uma metodologia de baixo custo para o controle e redução das queimadas e incêndios florestais dentro do contexto amazônico. Atualmente sou servidor público, ocupando o cargo de meteorologista no Instituto de geociências da Universidade Federal do Pará.

Paulo Amador Tavares, Universidade Federal do Pará

Engenheiro Ambiental formado pela Universidade do Estado do Pará (UEPA) no ano de 2016, tendo cursado perído sanduíche de 14 meses na Limerick Institute of Technology, Irlanda. Mestre em Ciências Ambientais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais da UEPA. Doutorando em Ciências Ambientais pela Universidade Federal do Pará.

Joyce Gama Souza, Universidade Federal do Pará

Possui Bacharelado em Enfermagem pela Universidade Federal do Pará (2020).

Downloads

Publicado

22-02-2023

Como Citar

FREITAS, S. J. N. de; PIMENTEL, M. A. da S.; RAMOS, E. M. L. S.; SODRÉ, G. R. C.; TAVARES, P. A.; SOUZA, J. G. MAPEAMENTO E ANÁLISE DE VULNERABILIDADE SOCIAL NO MUNICÍPIO DE BARCARENA-PA. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 91, p. 366–378, 2023. DOI: 10.14393/RCG249161628. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/61628. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos