CIDADES PEQUENAS DO TOCANTINS: CENTRALIDADES E INTERAÇÕES ESPACIAIS NA REDE URBANA

Autores

  • Reges Sodré Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG239061413

Palavras-chave:

Cidade pequena, Rede urbana, Tocantins

Resumo

As cidades pequenas do Tocantins, a partir de suas inserções na rede urbana, podem ser classificadas em três tipos distintos: cidades sub-regionais, que oferecem bens e serviços para diversos municípios das proximidades, atraem redes varejistas nacionais e regionais e possuem forte especialização voltada para atender as demandas do campo moderno. Algumas delas, como Guaraí, Paraíso do Tocantins e Porto Nacional, se transformam em cidades do agronegócio. Um segundo tipo de cidade pequena são aquelas de atuação zonal, que se destacam em alguma esfera da distribuição de mercadorias e serviços para municípios vizinhos. Por fim, há as cidades locais, cujas funções atendem de maneira precária a população do próprio município. Assim, esse trabalho tem por objetivo analisar os papéis e interações espaciais das pequenas cidades do Tocantins no segmento de rede urbana estadual. A pesquisa foi construída com revisão teórica e análise de diversos dados secundários, especialmente da publicação Regiões de Influência das Cidades (IBGE, 2020a), Cadastro de Empresas Exportadoras e Importadoras (BRASIL 2020b, BRASIL 2020c), Ranking Empresas Mais (ESTADÃO 2020), imagens do Google Maps, através da função Street View (2019) e de informações recolhidas nos sites de dezenas de empresas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-12-2022

Como Citar

SODRÉ, R. CIDADES PEQUENAS DO TOCANTINS: CENTRALIDADES E INTERAÇÕES ESPACIAIS NA REDE URBANA. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 23, n. 90, p. 317–334, 2022. DOI: 10.14393/RCG239061413. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/61413. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos