GEOPOLÍTICA, HEGEMONIA ESTADUNIDENSE E HETERARQUIA DO PODER

Autores

  • Adalberto Salles-Lima Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG228456704

Palavras-chave:

Estados Unidos, Heterarquia, Hegemonia

Resumo

O presente artigo é uma reflexão introdutória acerca das dinâmicas geopolíticas das relações de poder global e o atual capitalismo hegemônico, a partir de uma nova doutrina de segurança. O objetivo é discutir alguns pontos da hegemonia estadunidense nas últimas décadas com influências em processos históricos e culturais de dominação na América Latina. Para isso, nos basearemos no conceito de heterarquia proposto por Santiago Casto-Gómez e a questão do consenso internacional como ponto fundamental na manutenção do imperialismo capitalista atual. A metodologia baseia-se no método qualitativo através de leituras bibliográficas de autores/as clássicos e contemporâneos, como Castro-Gomes (2007), Ceceña (2004ª, 2004b), Gramsci (2001) e Wallerstein (2010). Espera-se que esse artigo possa contribuir para analisar como a geopolítica do imperialismo dos Estados Unidos se baseia numa estrutura hegemônica validada pelo consenso internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-12-2021

Como Citar

SALLES-LIMA, A. GEOPOLÍTICA, HEGEMONIA ESTADUNIDENSE E HETERARQUIA DO PODER . Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 22, n. 84, p. 88–100, 2021. DOI: 10.14393/RCG228456704. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/56704. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos