MODELAGEM DE EROSÃO E APORTE DE SEDIMENTOS EM BACIA HIDROGRÁFICA COM O MODELO WaTEM/SEDEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG217853059

Palavras-chave:

Conservação do Solo, Uso e manejo do solo, Modelos de erosão, Estrutura da paisagem

Resumo

O trabalho objetivou calibrar o modelo WaTEM/SEDEM e simular processos de erosão, deposição e aporte de sedimentos no exutório da bacia hidrográfica do Ribeirão São Domingos, Santa Cruz do Rio Pardo – SP, em chuvas intensas nas condições de uso da terra do ano 2018 e no cenário de adequação do uso à legislação florestal brasileira. Os fatores da Equação Universal de Perda de Solo Revisada, componente de erosão do modelo, foram determinados e mapeados. A partir dos dados pluviométricos, fluviométricos e sedimentométricos de chuvas reais, o modelo foi calibrado e aplicado às condições analisadas. Houve redução das perdas de solo por erosão e do aporte de sedimentos no exutório e o aumento da deposição de sedimentos na bacia no cenário LF em relação a 2018 devido ao aumento da cobertura vegetal, práticas conservacionistas, eficiência de retenção de sedimentos e conectividade das parcelas, que promoveram a redução do fator topográfico. Os resultados indicam a necessidade da análise conjunta dos fatores do meio físico, da estrutura hidrológica e da paisagem das bacias e do uso da terra nestes estudos. A modelagem de erosão em eventos individuais de chuvas mostrou-se promissora para pesquisas no Brasil, cujos solos são altamente suscetíveis à erosão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julio Cesar Demarchi, FCT/UNESP - Câmpus de Presidente Prudente

Possui graduação em Geografia (licenciatura e bacharelado) na UNESP - Câmpus de Ourinhos, mestrado em Agronomia (Energia na Agricultura) na FCA/UNESP - Câmpus de Botucatu e doutorado em Geografia na FCT/UNESP - Câmpus de Presidente Prudente. É servidor administrativo da UNESP - Câmpus de Ourinhos, exercendo a função de Assistente Administrativo II, desde o ano 2007. Foi professor conferencista da mesma instituição em 2019, atuando no curso de graduação em Geografia. Realiza pesquisas nas áreas de Conservação do Solo, Modelagem Ambiental, Hidrologia, Análise Ambiental, entre outras.

Edson Luís Piroli, UNESP - Câmpus de Ourinhos

Possui graduação em Engenharia Florestal na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), mestrado em Engenharia Agrícola na mesma universidade e doutorado em Agronomia (Energia na Agricultura) na FCA/UNESP - Câmpus de Botucatu.

É Professor Associado (livre-docente) da UNESP - Câmpus de Ourinhos, docente credenciado no Programa de Pós-graduação em Geografia da FCT/UNESP - Câmpus de Presidente Prudente (mestrado e doutorado acadêmico e mestrado profissional) e Coordenador Executivo do Câmpus de Ourinhos (gestão 2017-2021).

Realiza pesquisas nas áreas de Sensoriamento Remoto, Geoprocessamento, Manejo de bacias hidrográficas, Hidrologia, Conservação dos recursos naturais, Planejamento e gestão ambiental, entre outras.

Downloads

Publicado

04-12-2020

Como Citar

Demarchi, J. C., & Piroli, E. L. (2020). MODELAGEM DE EROSÃO E APORTE DE SEDIMENTOS EM BACIA HIDROGRÁFICA COM O MODELO WaTEM/SEDEM. Caminhos De Geografia, 21(78), 117–137. https://doi.org/10.14393/RCG217853059

Edição

Seção

Artigos