A INSERÇÃO DO MIGRANTE HAITIANO NO MUNDO DO TRABALHO NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL/PR

Autores

  • Lineker Alan Gabriel Nunes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná, Cascavel/PR
  • Ideni Terezinha Antonello Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Geografia, Londrina/PR

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG217852969

Palavras-chave:

Migração, Haitianos, Trabalho, Cascavel/PR

Resumo

O presente artigo tem como escopo apresentar os resultados da pesquisa acerca da migração e do trabalho dos imigrantes haitianos no município de Cascavel/PR. O objetivo é analisar a inserção do migrante haitiano no mundo do trabalho no município de Cascavel/PR. Para tanto, buscou-se abordar a migração dos haitianos para o Brasil e analisar a inserção do migrante haitiano no mundo do trabalho no município. A metodologia foi composta de levantamento bibliográfico de obras que tratam do trabalho, como também pesquisa de campo com aplicação de entrevistas e questionários com os diversos sujeitos envolvidos na migração haitiana em Cascavel/PR. A partir da discussão, têm-se como resultados: A espacialização da migração haitiana intra-urbana no município, por meio da geração de produto cartográfico; Conhecimento das motivações que levaram à migração e conhecimento das dificuldades e preconceitos sofridos pelos migrantes no ambiente de trabalho; Levantamento do perfil sócio-econômico dos migrantes haitianos em Cascavel. Conclui-se que a migração haitiana no município está intimamente ligada ao trabalho (e à precarização do trabalho) no setor frigorífico e na construção civil, constatando-se que os limites impostos pelo capital no trabalho, são também os limites impostos à migração haitiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-12-2020

Como Citar

NUNES, L. A. G. .; ANTONELLO, I. T. . A INSERÇÃO DO MIGRANTE HAITIANO NO MUNDO DO TRABALHO NO MUNICÍPIO DE CASCAVEL/PR. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 21, n. 78, p. 65–77, 2020. DOI: 10.14393/RCG217852969. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/52969. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos