QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS NA COMUNIDADE FLUTUANTE LAGO DO CATALÃO, IRANDUBA - AM

Autores

  • Marcos Fabrício Leal Ramos Universidade Federal do Amazonas Manaus, AM
  • Flávio Wachholz Universidade do Estado do Amazonas Manaus, AM
  • João Cândido André da Silva Neto Universidade Federal do Amazonas Manaus, AM

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG217347290

Palavras-chave:

Usos da água, Rio Negro, Comunidade flutuante, Rio Solimões

Resumo

Na região amazônica existe a maior disponibilidade hídrica superficial do Brasil. Contudo parte da população não tem acesso à água tratada para o abastecimento doméstico, o qual requer certos padrões de qualidade. Neste contexto a comunidade flutuante Lago do Catalão abriga 86 famílias, onde a utilização desse recurso in natura para usos múltiplos propicia a contaminação por agentes biológicos que favorecem a proliferação de doenças de veiculação hídrica. O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade da água do Lago do Catalão onde se localiza a comunidade do Catalão, por meio das seguintes variáveis: coliformes fecais, temperatura, potencial hidrogeniônico (pH), condutividade elétrica (CE), transparência, oxigênio dissolvido (OD) e turbidez para verificar se essas estão de acordo com usos realizados pela população e legislação vigente. A metodologia consistiu na verificação dos usos da água pelos moradores através de entrevistas. Foram realizados trabalhos de campo para coleta de amostras de água in loco no período da enchente e na cheia. Portanto, de acordo com os resultados obtidos através das variáveis analisadas, a água do lago não está adequada para alguns usos realizados pela comunidade, segundo a legislação brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

06-03-2020

Como Citar

RAMOS, M. F. L.; WACHHOLZ, F.; SILVA NETO, J. C. A. da . QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS NA COMUNIDADE FLUTUANTE LAGO DO CATALÃO, IRANDUBA - AM. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 21, n. 73, p. 98–115, 2020. DOI: 10.14393/RCG217347290. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/47290. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos