EFEITOS DO MONITORAMENTO POR RADAR-FIXO NA OCORRÊNCIA DE ACIDENTES DE TRÂNSITO EM CUIABÁ-MT

Autores

  • Emerson Soares dos Santos Universidade Federal de Mato Grosso Departamento de Geografia http://orcid.org/0000-0003-2709-5591
  • Francisca Kaline Bezerra de Souza Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG207044269

Palavras-chave:

Radares de trânsito, Acidentes de trânsito, Vias monitoradas, Geoprocessamento

Resumo

No Brasil ocorrem anualmente mais de quarenta mil mortes em decorrência de acidentes de trânsito. Em Cuiabá, entre 2000 e 2011 foram mais de mil mortes. Uma das medidas que podem ser adotadas para redução dos acidentes de trânsito é a implantação da fiscalização por meio eletrônico, com a instalação de radares com câmeras fotográficas. Em Cuiabá foram instalados nos anos 2014 e 2015, 56 unidades destes equipamentos nas principais vias da cidade. Esta pesquisa objetiva analisar se os equipamentos de fiscalização eletrônica instalados em Cuiabá influenciaram na ocorrência de acidentes. Foram analisados registros de 45.129 acidentes de trânsito ocorridos em Cuiabá entre os anos 2010 a 2016. Dados de acidentes, devidamente georreferenciados, ocorridos em vias que radares foram instalados, foram filtrados com intervalo temporal de 1 ano anterior e posterior à instalação, e categorizados em função da distância que o mesmo estava do equipamento. Nos trechos até 1000 metros distantes de algum radar, os acidentes com vítimas, assim como os atropelamentos, apresentaram redução maior do que os acidentes sem vítimas. Análise das taxas de ocorrência de acidentes demonstram que os radares de monitoramento e fiscalização são eficazes na cidade de Cuiabá para a diminuição do número de acidentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-07-2019

Como Citar

Santos, E. S. dos, & Souza, F. K. B. de. (2019). EFEITOS DO MONITORAMENTO POR RADAR-FIXO NA OCORRÊNCIA DE ACIDENTES DE TRÂNSITO EM CUIABÁ-MT . Caminhos De Geografia, 20(70), 573–584. https://doi.org/10.14393/RCG207044269

Edição

Seção

Artigos