A PRODUÇÃO DA DIFERENCIAÇÃO SOCIOESPACIAL EM CATANDUVA E SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – POR MEIO DOS ESPAÇOS RESIDENCIAIS FECHADOS

Autores

  • Patricia Helena Milani Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Três Lagoas

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG207043389

Palavras-chave:

Espaço urbano, Cotidiano, Práticas espaciais, Catanduva, São José do Rio Preto.

Resumo

O cotidiano é nossa dimensão de análise, tendo as práticas espaciais dos sujeitos sociais pesquisados – moradores de espaços residenciais fechados de Catanduva e São José do Rio Preto - SP, enquanto plano analítico, o que nos permitiu identificar como o processo de diferenciação socioespacial se expressa na produção do espaço urbano, conferindo sentidos e significados às práticas, que envolvem relações contraditórias entre dentro e fora desses espaços de moradia. Sob o discurso da segurança, os sujeitos pesquisados, produzem estratégias de distinção socioespacial, nas quais o espaço urbano é estratégico; consideramos que os muros exercem tanto um papel de barreira material, quanto de limite simbólico, que influenciam nas práticas dos moradores e na elaboração das representações espaciais, apreendidas por meio das entrevistas, nosso principal instrumento metodológico. Ao valorizarem elementos internos desses espaços em suas narrativas, integrando um “novo estilo de vida”, no qual, a segurança e o controle estão entre os aspectos representados mais positivamente, o que se produz são diferentes estratégias de diferenciação socioespacial. As maneiras como esses sujeitos vivenciam o urbano e aquilo que lhe é inerente são modificadas, sendo a cidade cada vez mais vivida e representada em fragmentos por esses sujeitos sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Helena Milani, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Três Lagoas

Possui Graduação (2009) e Mestrado (2012) em Geografia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus de Três Lagoas. Doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista - UNESP, Campus de Presidente Prudente (2016), com a realização do Doutorado Sanduíche na Universidade de Lleida, Espanha, em 2014.

Downloads

Publicado

31-07-2019

Como Citar

MILANI, P. H. A PRODUÇÃO DA DIFERENCIAÇÃO SOCIOESPACIAL EM CATANDUVA E SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – POR MEIO DOS ESPAÇOS RESIDENCIAIS FECHADOS. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 20, n. 70, p. 418–432, 2019. DOI: 10.14393/RCG207043389. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/43389. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos