ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DO PROCESSO DE TRATAMENTO DE CORANTES PELO MÉTODO DE OXIDAÇÃO ANÓDICA

Autores

  • Marco Aurélio Mendes dos Reis
  • Eleonora Henriques Amorim de Jesus Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG207042971

Palavras-chave:

Degradação de corantes, DDB, Oxidação eletroquímica

Resumo

O tratamento de água contaminada com compostos orgânicos é realizado por meio da coagulação química e tratamento biológico seguido de adsorção em carbono ativado, sendo métodos ineficientes para os microcontaminantes encontrados em águas de abastecimento e efluentes. A este respeito, nos últimos anos, têm sido importante intervir em diferentes níveis no tratamento, tais como rearranjo do processo, atualização de tecnologia e desenvolvimento de novas tecnologias para processos mais eficazes, tais como processos de oxidação eletroquímica. Neste trabalho, foi feito o estudo da degradação dos corantes sintéticos Ácido Vermelho 8, Ácido Azul 113 e Ácido Amarelo 17. O estudo foi realizado utilizando um volume de 200 ml de solução a 100 ppm de corante, utilizando o anodo DDB (Diamante Dopado de Boro) e cátodo aço inox, ambos com 10 cm2 de área. O tratamento eletroquímico proposto apresentou-se promissor na remoção dos corantes sintéticos utilizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-08-2019

Como Citar

Mendes dos Reis, M. A., & Henriques Amorim de Jesus, E. (2019). ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DO PROCESSO DE TRATAMENTO DE CORANTES PELO MÉTODO DE OXIDAÇÃO ANÓDICA. Caminhos De Geografia, 20(70), 292–310. https://doi.org/10.14393/RCG207042971

Edição

Seção

Artigos