ANÁLISIS ESPACIO-TEMPORAL DE ÁREAS QUEMADAS EN LA REGIÓN CHOROTEGA, COSTA RICA ENTRE 2001 Y 2015

Autores

  • Ramón Alberto Masís Campos Universidad de Costa Rica

Palavras-chave:

Áreas queimadas, incêndios forestais, MODIS, região Chorotega, Costa Rica

Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar espacial e temporalmente as áreas queimadas da região Chorotega no quindênio 2001-2015. por meio do produto obtido do satélite MODIS MCD45. Dentro dos resultados detectou-se que, na área de estudo, na média são queimadas  anualmente 30.000 hectares das quais cerca de 97,3% são consumidas pelo fogo entre os meses de novembro e abril. No nível municipal, Liberia, Carrillo e Bagaces têm as maiores agrupações de áreas queimadas região, enquanto Nandayure, Hojancha e Tilarán têm menos hectares queimados nos 15 anos analisados. Entre as Áreas Silvestres Protegidas mais afetadas pelos incêndios florestais estão: Parque Nacional de Palo Verde, Parque Nacional de Guanacaste e Parque Nacional de Santa Rosa, entre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ramón Alberto Masís Campos, Universidad de Costa Rica

Geógrafo. Licenciado con maestría en Sistemas de Información Geográfica y Teledetección

Downloads

Publicado

05-03-2020

Como Citar

MASÍS CAMPOS, R. A. ANÁLISIS ESPACIO-TEMPORAL DE ÁREAS QUEMADAS EN LA REGIÓN CHOROTEGA, COSTA RICA ENTRE 2001 Y 2015. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 21, n. 73, p. 40–52, 2020. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/42900. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos