LEVANTAMENTO DE DADOS E ANÁLISE DE MUDANÇAS EM SISTEMAS FLUVIAIS POR MEIO DE GEOPROCESSAMENTO E SENSORIAMENTO REMOTO: PROPOSTA METODOLÓGICA E ESTUDO DE CASO

Autores

  • Otávio Cristiano Montanher Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG207042420

Palavras-chave:

Geomorfologia fluvial, Perfil longitudinal, mudanças espaço-temporais, imagens orbitais.

Resumo

Levantamentos de dados a partir de produtos de sensoriamento remoto, como fotografias aéreas e imagens de satélite, têm sido extensivamente utilizados para recuperação de mudanças em sistemas fluviais. O objetivo deste artigo é apresentar uma metodologia para organização do levantamento e análise desse tipo  de dados. A metodologia  baseia-se na definição de segmentos de análise, distribuídos ao longo do vale aluvial. Esta definição é feita a partir do mapeamento da planície de inundação e do eixo central do vale. Posteriormente, devem ser definidos pontos ao longo desse eixo, bem como suas áreas de influência. A partir dos segmentos de análise e de objetos a serem mapeados, como o canal fluvial e os sedimentos expostos, foram propostos dois tipos de sínteses: espaço-temporal e longitudinal. A síntese espaço-temporal ainda é dividida em dois tipos, uma relativa ao canal e outra relativa à cobertura superficial da planície de inundação . Como são necessárias técnicas de geoprocessamento para aplicação da metodologia , o artigo apresenta opções com uso do software livre QGIS. Finalmente, um estudo de caso é apresentado como exemplo de aplicação da metodologia , cuja área situa-se no noroeste do Estado do Paraná.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Cristiano Montanher, Universidade Estadual de Maringá

Departamento de Geografia

Downloads

Publicado

02-08-2019

Como Citar

Montanher, O. C. (2019). LEVANTAMENTO DE DADOS E ANÁLISE DE MUDANÇAS EM SISTEMAS FLUVIAIS POR MEIO DE GEOPROCESSAMENTO E SENSORIAMENTO REMOTO: PROPOSTA METODOLÓGICA E ESTUDO DE CASO. Caminhos De Geografia, 20(70), 136–157. https://doi.org/10.14393/RCG207042420

Edição

Seção

Artigos