AGRICULTURA FAMILIAR E O CRÉDITO RURAL PRONAF (GRUPO B) NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO BANCO DO NORDESTE – AGÊNCIA DE PAU DOS FERROS/RN

Autores

  • Alcimária Fernandes Silva UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE-UERN
  • Cícero Nilton Moreira da Silva Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (Campus de Pau dos Ferros-RN)
  • Stênio Maia Estevam Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (Campus de Pau dos Ferros-RN)

Palavras-chave:

Agricultura familiar, Território, Políticas públicas, Microcrédito rural Pronaf B.

Resumo

RESUMO

O Microcrédito Rural Pronaf (Grupo B) foi criado no ano 2000, no campo de ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF). Tal programa visa combater a pobreza rural sendo, portanto, direcionado aos agricultores familiares mais pobres no intuito de tornar diversas as atividades produtivas no campo através do financiamento de atividades de cunho agrícolas e não agrícolas que possam se tornar fonte de renda para esses trabalhadores. O presente trabalho tem como objetivo analisar os impactos desse programa na agricultura familiar, a partir dos atendidos pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB), da Agência de Pau dos Ferros/RN. Para construção desse trabalho, adotou-se como procedimentos metodológicos os estudos teóricos, empíricos e a análise qualitativa dos dados obtidos através da realização de entrevistas semiestruturadas. Com base na investigação realizada é possível afirmar que o Microcrédito Rural Pronaf (Grupo B) contribui com o fortalecimento da agricultura familiar na área de abrangência do BNB de Pau dos Ferros. Entretanto, é notório que o crédito rural em si, ainda não constitui-se como suficiente, visto os vários gargalos identificados como a falta ou ineficiência da assistência técnica, analfabetismo, dependência de programas sociais e a própria carência de associativismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alcimária Fernandes Silva, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE-UERN

PROGRAMA DE P

Cícero Nilton Moreira da Silva, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (Campus de Pau dos Ferros-RN)

Possui graduação em Geografia/Licenciatura pela Universidade Estadual do Ceará (2000), mestrado em Geografia também pela Universidade Estadual do Ceará (2003) e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Ceará - UFC (2013). Atua como Professor Adjunto, do Quadro Permanente, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (Campus de Pau dos Ferros-RN), com atividade de pesquisa junto ao Núcleo de Estudos de Geografia Agrária e Regional (NuGAR) e ao Núcleo de Estudos em Educação (NEEd), ambos vinculados à PROPEG/UERN. Faz parte do corpo docente permanente do Programas de Pós-graduação em Ensino (PPGE), mais especificamente do Curso de Mestrado Acadêmico em Ensino (CMAE), bem como do Programa de Pós-graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais do Semiárido (PLANDITES), ambos sediados no CAMEAM/UERN. 

Stênio Maia Estevam, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (Campus de Pau dos Ferros-RN)

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais no Semiárido - PLANDITES/UERN. Especialista em Educação Ambiental no Semiárido pela Universidade Federal Rural do Semiárido - UFERSA.
Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN.

Downloads

Publicado

05-03-2020

Como Citar

Silva, A. F., Moreira da Silva, C. N., & Estevam, S. M. (2020). AGRICULTURA FAMILIAR E O CRÉDITO RURAL PRONAF (GRUPO B) NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO BANCO DO NORDESTE – AGÊNCIA DE PAU DOS FERROS/RN. Caminhos De Geografia, 21(73), 24–39. Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/41694

Edição

Seção

Artigos