AS INDÚSTRIAS DE CERVEJAS E REFRIGERANTES E SUAS PARTICIPAÇÕES NO PROCESSO DE INTEGRALIZAÇÃO DO TERRITORIO BRASILEIRO

Autores

  • Amanda Duarte Mergulhão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Universidade de São Paulo (USP) http://orcid.org/0000-0003-2844-1062

Palavras-chave:

Cadeia produtiva, Cerveja, Refrigerante

Resumo

As primeiras fábricas Antarctica e Brahma inauguradas no final do século XIX marcam o início da produção em grande escala das cervejarias no Brasil. Meio século depois, a fabricação de refrigerantes é impulsionada com a chegada da multinacional Coca-Cola no país. A empresa inaugura novas formas de organização industrial como o sistema de franquias. Os processos de fusão e aquisição de empresas seguem crescentes, consequência dos altos custos de distribuição, publicidade e maquinário. Com isso, poucos grandes grupos econômicos passam a formar um mercado oligopolístico com características peculiares, até então evidentes em mercados concorrenciais, como disputa via preço e homogeneidade do produto, este último mais evidente dentre as cervejas. Nesse contexto, a existência de muitos centros de distribuição espalhados pelo território brasileiro contribui para fazer desta indústria um agente integralizador do território. Simultaneamente, os grandes grupos econômicos também representam a importância da participação do capital internacional nas decisões de produção das maiores indústrias brasileiras. O objetivo do trabalho é justamente detalhar como a cadeia produtiva de cervejas e refrigerantes se insere na integração do território brasileiro por isso é importante estudar seus principais representantes, a evolução destas indústrias, bem como as relações com fornecedores e consumidores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Duarte Mergulhão, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Universidade de São Paulo (USP)

Economista de formação (UFPR), tenho mestrado em economia, doutorado em geografia humana (USP) e pós doutorado em geografia humana (USP) Trabalho no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística desde setembro de 2002 na Diretoria Pesquisa. Dentro desta diretoria já atuei nos setores de Pesquisa de Emprego e Rendimento e atualmente no Setor de Contas Nacionais.

Downloads

Publicado

11-07-2019

Como Citar

Mergulhão, A. D. (2019). AS INDÚSTRIAS DE CERVEJAS E REFRIGERANTES E SUAS PARTICIPAÇÕES NO PROCESSO DE INTEGRALIZAÇÃO DO TERRITORIO BRASILEIRO . Caminhos De Geografia, 20(69), 437–450. Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/41519

Edição

Seção

Artigos