TERRITÓRIO E VIOLÊNCIA URBANA: OS AGENTES MACRO TERRITORIAIS E OS CRIMES VIOLENTOS LETAIS EM MACAPÁ-AMAPÁ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG206941412

Palavras-chave:

Território, Letalidade Violenta, Agentes Públicos, Segurança Pública

Resumo

Este artigo visa analisar a dinâmica da letalidade violenta no âmbito do território da capital amapaense, a partir da perspectiva de diferentes agentes públicos vinculados à área da justiça e segurança pública. O estudo foi desenvolvido por meio de revisão bibliográfica e levantamento de campo, com ênfase na abordagem descritiva e exploratória, sendo utilizado geoprocessamento e análise de conteúdo temática das entrevistas. Os relatos dos agentes macro territoriais evidenciam que as áreas de maior incidência dos crimes violentos letais se concentram nos bairros da porção sul da cidade, em especial, nos bairros Congós, Araxá e Novo Buritizal e nas áreas de ponte, conhecidas regionalmente como ressacas. Atribui-se ao uso de drogas e ao comércio de entorpecentes a qualidade de elementos potencializadores dos conflitos interpessoais na dimensão dos territórios de Macapá. Também se destacam mortes decorrentes de confrontos entre polícia e população que nem sempre são contabilizadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clay Anderson Nunes Chagas, Universidade do Estado do Pará Universidade Federal do Pará

Possui graduação em Geografia Licenciatura e Bacharelado pela Universidade Federal do Pará (1998), mestrado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico

Leidiene Souza de Almeida, Mestrado em Segurança Pública pela Universidade Federal do Pará Oficial da Policia Militar do Estado do Pará

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Amapá (2010), em Ciências da Defesa Social e Cidadania pelo Instituto de Ensino de Segurança do Pará (2008) e em Direito pela Universidade Cidade de São Paulo (2016). Especialista em Conhecimentos Jurídicos em Segurança Pública pelo Centro de Ensino Superior do Amapá (2011), em Defesa Social e Cidadania pelo Centro Universitário de Lins (2014) e em Ciências Jurídicas pela Universidade Cruzeiro do Sul (2015). Mestra em Segurança Pública pela Universidade Federal do Pará (2017). Atualmente é Oficial da Polícia Militar do Estado do Amapá.

Edson Marcos Leal Soares Ramos, Professor do Programa de Pós Graduação em Segurança Pública pela Universidade Federal do Pará

acharel em Estatística pela Universidade Federal do Pará (1994), mestre em Estatística pela Universidade Federal de Pernambuco (1999) e Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Atualmente é professor Associado IV da Universidade Federal do Pará e professor colaborador da Universidade de Cabo Verde no mestrado de Segurança Pública. Tem experiência nas áreas de Estatística, Engenharia de Produção, Segurança Pública e Economia, com ênfase em Métodos e Modelos Matemáticos, Econométricos e Estatísticos, atuando principalmente nos seguintes temas: estatística, séries temporais, modelagem, previsão, planejamento de experimentos, segurança pública e controle estatístico da qualidade.

Roberto Magno Reis Netto, Universidade Federal do Pará

Graduado em Direito pela Universidade Federal do Pará (2007), Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Gama Filho/DF (2009), Docência Superior pela Universidade Gama Filho/DF (2012), e, Atividade de Inteligência e Gestão do Conhecimento pela Escola Superior Madre Celeste/PA (2016). Mestre em Segurança Pública, junto ao Instituto de Filosofia e Direitos Humanos da Universidade Federal do Pará (IFCH/UFPA). Doutorando em Geografia pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Atualmente é Oficial de Justiça Avaliador do TJE/PA.

Downloads

Publicado

11-07-2019

Como Citar

Chagas, C. A. N., Almeida, L. S. de, Ramos, E. M. L. S., & Reis Netto, R. M. (2019). TERRITÓRIO E VIOLÊNCIA URBANA: OS AGENTES MACRO TERRITORIAIS E OS CRIMES VIOLENTOS LETAIS EM MACAPÁ-AMAPÁ. Caminhos De Geografia, 20(69), 385–402. https://doi.org/10.14393/RCG206941412

Edição

Seção

Artigos