ALTERAÇÕES GEOMORFOLÓGICAS DE FUNDO DE VALE NA BACIA DO RIO DO CARMO (MG) DECORRENTES DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM DE FUNDÃO

Autores

  • Laís Carneiro Mendes Mestranda em Geografia - Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Miguel Fernandes Felippe Professor do departamento de Geociências da Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG206941190

Palavras-chave:

Tecnógeno, Feições Fluviais, Mapeamento

Resumo

Em 5 de novembro de 2015 ocorreu o rompimento da barragem de rejeitos de mineração Fundão, que pertence a Samarco Mineração S. A. e está localizada no município de Mariana (MG). Esse rompimento resultou na liberação de um grande volume de rejeitos que causaram mortes e danos ao meio ambiente, em especial no corredor hídrico atingido.  Diante disso, surge o interesse de avaliar as transformações na geomorfologia do fundo de vale ao longo dos cursos d’água mais afetados pela deposição de rejeitos decorrentes desse rompimento.  A avaliação das alterações geomorfológicas pautou-se em imagens do software Google Earth Pro, utilizando-se o software ESRI ArcGIS para a realização de fotointerpretações e mapeamentos. Também foram realizados trabalhos de campo para reconhecimento da área estudada e validação dos resultados. A análise das imagens anteriores e posteriores ao rompimento possibilitou a identificação e discussão das diversas alterações que modificaram o sistema fluvial da área estudada, sendo possível a constatação dos trechos de maior acúmulo de rejeitos nas planícies, a descaracterização de feições fluviais, o intenso espraiamento dos depósitos nas confluências e o refluxo de sedimentos em canais afluentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-07-2019

Como Citar

MENDES, L. C.; FELIPPE, M. F. ALTERAÇÕES GEOMORFOLÓGICAS DE FUNDO DE VALE NA BACIA DO RIO DO CARMO (MG) DECORRENTES DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM DE FUNDÃO. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 20, n. 69, p. 237–252, 2019. DOI: 10.14393/RCG206941190. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/41190. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos