APLICAÇÃO DO PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO RÁPIDA DE RIOS EM UMA MICROBACIA HIDROGRÁFICA LOCALIZADA AO SUL DE GOIÁS

Autores

  • Leonardo Batista Pedroso Instituto Federal Goiano
  • Marlene Teresinha de Muno Colesanti Universidade Federal de Uberlândia

Palavras-chave:

PAR, Ribeirão da Areia, Bacia Hidrográfica, Morrinhos.

Resumo

A pressão sobre os recursos hídricos traduz-se por uma série de impactos relacionados à qualidade e à disponibilidade das águas no Brasil. Diante deste cenário, faz-se necessário o desenvolvimento de ações pautadas na gestão dos recursos hídricos. Neste contexto, este trabalho tem por objetivo aplicar o Protocolo de Avaliação Rápida de Rios - PAR em uma microbacia hidrográfica presente ao Sul do Estado de Goiás, cujo curso d'água principal é o Ribeirão da Areia, tendo suas águas e de seus afluentes em uso constante por distintas atividades. O protocolo constitui-se na análise de treze parâmetros relacionados às condições ambientais dos cursos d'água e seus respectivos entornos. Foram atribuídas pontuações correspondentes à categoria de sua condição ambiental. O protocolo foi aplicado em 10 pontos espacialmente distribuídos na bacia, de modo a compreender os alto, médio e baixo cursos de seus principais ribeirões. Para todos os pontos, a análise do PAR mostra que, dos dez pontos, sete encontram-se na condição boa, dois na condição ótima e somente um regular. Em praticamente todos os trechos, a cobertura vegetal nativa encontra-se de alguma forma onerada, apresentando largura inferior ao exigido pela legislação vigente e com menor densidade, indicando alterações provenientes de atividades antrópicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-12-2017

Como Citar

Batista Pedroso, L., & Teresinha de Muno Colesanti, M. (2017). APLICAÇÃO DO PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO RÁPIDA DE RIOS EM UMA MICROBACIA HIDROGRÁFICA LOCALIZADA AO SUL DE GOIÁS. Caminhos De Geografia, 18(64), 248–262. Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/40932