MORFOMETRIA E ARENIZAÇÃO: SUBSÍDIOS AO PLANEJAMENTO DA BACIA HIDROGRÁFICA DA SANGA DA AREIA, SUDOESTE DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

Autores

  • Sidnei Luís Bohn Gass Universidade Federal de Uberlândia
  • Dieison Morozoli da Silva Universidade Federal de Uberlândia

Palavras-chave:

Formas do terreno, Areais, Sudoeste do RS, QGIS.

Resumo

Uma bacia hidrográfica envolve o conjunto de terras drenadas por um corpo d'água. Aplicando a esta área os processos de análise morfométrica, torna-se possível subsidiar de forma eficaz seu planejamento. O objetivo deste trabalho foi avaliar a correlação entre os dados morfométricos e os processos de arenização na bacia hidrográfica da Sanga da Areia. Foram utilizados dados SRTM e imagens de satélite RapidEye, ambos tratados em ambiente QGIS para a obtenção das informações referentes à área de estudo. Verificou-se que existe forte correlação entre os processos de arenização e as características morfométricas, em especial às formas do terreno retilínea-convergente e retilínea-divergente. Esta correlação permite que as atividades de planejamento sejam conduzidas na ótica das intervenções nos processos de uso e ocupação do solo para que os processos de arenização não avancem sobre a área de drenagem, considerando, inclusive, a integridade das áreas de Preservação Permanente, enquanto elementos de manutenção das estruturas do relevo e da dinâmica da rede de drenagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-12-2017

Como Citar

Bohn Gass, S. L., & Morozoli da Silva, D. (2017). MORFOMETRIA E ARENIZAÇÃO: SUBSÍDIOS AO PLANEJAMENTO DA BACIA HIDROGRÁFICA DA SANGA DA AREIA, SUDOESTE DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL. Caminhos De Geografia, 18(64), 21–33. Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/40906