CORRELAÇÃO ENTRE FATORES CLIMÁTICOS, SOCIOAMBIENTAIS E A DENGUE NA MICRORREGIÃO MONTES CLAROS/MG

Autores

  • Francielle Gonçalves Silva Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES http://orcid.org/0000-0002-2578-8071
  • Sandra Célia Muniz Magalhães Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG186115

Palavras-chave:

Doença epidêmica, Precipitação, Temperatura, Políticas públicas.

Resumo

RESUMO

A incidência da dengue vem apresentando uma tendência crescente no Brasil, desde a reintrodução do vírus, em1976. É uma doença epidêmica, transmissível e complexa, afetando populações independente da classe social e constitui-se, atualmente, uma preocupação à nível global, especialmente nos países tropicais, onde as condições ambientais, em particular as climáticas, associadas à ineficácia das políticas socioambientais favorecem o desenvolvimento e proliferação de vetores (mosquitos do gênero Aedes aegypti e Aedes albopictus). O estudo teve como objetivo analisar a incidência de dengue na Microrregião Montes Claros/MG, e sua relação com os fatores socioambientais e climáticos, especificamente a pluviometria e temperatura. Deste modo, buscou-se relacionar a problemática socioambiental urbana, principalmente inerente ao saneamento básico, a precipitação e a temperatura, com a propagação da doença. Os resultados da pesquisa apontam que as variáveis climáticas (precipitação e temperatura) influenciam na epidemiologia da dengue que apresenta maiores incidências na microrregião em períodos chuvosos e de maiores temperaturas, bem como redução nos períodos de menor temperatura. Em relação aos fatores socioambientais a precariedade do saneamento básico, a falta de planejamento urbano e interferência antrópica nos ecossistemas contribuem para a intensificação do problema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francielle Gonçalves Silva, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Mestranda em Geografia do Programa de Pós-Graduação em Geografia -  PPGEO, pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES.

Sandra Célia Muniz Magalhães, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Doutora em Geografia - UFU, Professora do Departamento de Geociências - UNIMONTES, Coordenadora do Laboratório de Geografia Médica e de Promoção da Saúde.

Downloads

Publicado

31-03-2017

Como Citar

Silva, F. G., & Magalhães, S. C. M. (2017). CORRELAÇÃO ENTRE FATORES CLIMÁTICOS, SOCIOAMBIENTAIS E A DENGUE NA MICRORREGIÃO MONTES CLAROS/MG. Caminhos De Geografia, 18(61), 231–244. https://doi.org/10.14393/RCG186115

Edição

Seção

Artigos