O PROGRAMA UM MILHÃO DE CISTERNAS (P1MC): UMA ALTERNATIVA DE CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO NA COMUNIDADE AGRESTE DE BAIXO - SÃO MIGUEL/RN

Autores

  • Ronaldo Valentim de Carvalho Universidade Estadual do Rio Grande do Norte UERN - Campus Avançado Profª. Maria Elisa de Albuquerque Maia CAMEAM
  • Francisca Elisonete de Souza Lima Universidade do estado do Rio Grande - UERN - Campus Avançado Profª. Maria Elisa de Albuquerque Maia CAMEAM. Professora do CGE/CAMEAM/UERN.
  • Rafael Pereira da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN - Doutorando em Geografia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG186109

Palavras-chave:

Políticas Públicas, Semiárido brasileiro, Programa Um Milhão de Cisternas, Impactos socioterritoriais, Agreste de Baixo.

Resumo

O Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC), criado em 1999 pela Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA), sendo incorporado pela agenda das políticas públicas no ano de 2003 emerge como uma das ações de fomento a convivência com o Semiárido brasileiro. Tal programa visa promover a difusão do uso de reservatórios de água, através da disseminação de tecnologias sociais de captação de água das chuvas. O presente trabalho tem como objetivo analisar os impactos socioterritoriais do P1MC na comunidade Agreste de Baixo no município de São Miguel/RN. Para construção deste trabalho, adotou-se como procedimentos metodológicos a realização de estudos teóricos, empíricos e análises qualitativa de dados obtidos através da aplicação de questionários. A partir da investigação realizada é possível afirmar que a operacionalização do P1MC na comunidade Agreste de Baixo contribuiu para minimizar os efeitos da seca. Contudo, as cisternas de placas em si, ainda não são suficientes para firmar a total autonomia hídrica da população da referida localidade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-03-2017

Como Citar

CARVALHO, R. V. de; LIMA, F. E. de S.; SILVA, R. P. da. O PROGRAMA UM MILHÃO DE CISTERNAS (P1MC): UMA ALTERNATIVA DE CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO NA COMUNIDADE AGRESTE DE BAIXO - SÃO MIGUEL/RN. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 18, n. 61, p. 136–149, 2017. DOI: 10.14393/RCG186109. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/34601. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos