DETERMINAÇÃO DA COMPOSIÇÃO GRAVIMÉTRICA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS (RSU) DO LIXÃO DO MUNICÍPIO DE MARIA DA FÉ, ESTADO DE MINAS GERAIS

Autores

  • Denise Verônica Alkmin Centro Universitário de Itajubá - FEPI
  • Leopoldo Uberto Junior Centro Universitário de Itajubá - FEPI

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG186105

Palavras-chave:

Coleta seletiva, Impacto ambiental, Quarteamento.

Resumo

O presente estudo teve como objetivo realizar a determinação da composição gravimétrica dos resíduos sólidos urbanos (RSU) do lixão do município de Maria da Fé, Minas Gerais, visando levantar informações dos resíduos predominantes gerados no município para que posteriores projetos possam ser realizados. A caracterização dos resíduos foi realizada através do método quarteamento, que consiste na separação dos resíduos conforme o tipo e posterior pesagem para verificar sua porcentagem em peso. Nos resultados do quarteamento observou-se a predominância de matéria orgânica putrescível, que representou 55,6% do total dos resíduos amostrados, sendo este resultado muito próximo da média brasileira; seguidos de 12,7% de outros tipos de resíduos; 12,2% de plástico; 11,1% de papel/papelão; 5,60% de metal e 2,80% de vidro. Os dados obtidos da caracterização gravimétrica do município podem ser utilizados para a realização de posteriores projetos visando coletas efetivas dos resíduos, além de conscientizar a população por meio de programas de educação ambiental que mostrem a importância da coleta e a destinação correta dos resíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-03-2017

Como Citar

ALKMIN, D. V.; JUNIOR, L. U. DETERMINAÇÃO DA COMPOSIÇÃO GRAVIMÉTRICA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS (RSU) DO LIXÃO DO MUNICÍPIO DE MARIA DA FÉ, ESTADO DE MINAS GERAIS. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 18, n. 61, p. 65–82, 2017. DOI: 10.14393/RCG186105. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/33905. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos