ANÁLISE MORFOLÓGICA DA REDE DE DRENAGEM DO ALTO JURUÁ/AC, EXTRAÍDA DE MDE-SRTM.

Autores

  • Maria Madalena Sousa Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
  • Wallace de Oliveira Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG186104

Palavras-chave:

Falhamento, Meandrante, Padrão de drenagem.

Resumo

A caracterização da rede de drenagem utilizando variáveis como morfologia, propriedade e padrão auxiliam na identificação dos fatores de evolução da área. O uso dos dados e técnicas de Sensoriamento Remoto fornece ajuda significante em áreas com fisiografia complexa de difícil acesso como é o caso da Amazônia. Este trabalho consiste numa análise morfológica da rede de drenagem atual do Rio Juruá mais especificamente na região denominada Alto Juruá, no estado do Acre, utilizando imagens obtidas do MDE -SRTM. A análise mostra que o rio Juruá apresenta fortes evidências de feições tectônica afetando a paisagem, isto é revelado pelas seguintes características encontradas: lineamentos morfoestruturais coincidindo com a orientação geral das falhas, predomínio de padrões de drenagem variáveis, incluindo treliça, paralelas e retangular, abundância de anomalias nas drenagem tanto atuais quanto pretéritas, incluindo desvios de drenagem em ângulos retos e canais retilíneos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Madalena Sousa, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Mestranda em Geografia na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Wallace de Oliveira, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Professor Adjunto na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, campus Tres Lagoas - MS

Downloads

Publicado

31-03-2017

Como Citar

Sousa, M. M., & Oliveira, W. de. (2017). ANÁLISE MORFOLÓGICA DA REDE DE DRENAGEM DO ALTO JURUÁ/AC, EXTRAÍDA DE MDE-SRTM. Caminhos De Geografia, 18(61), 44–64. https://doi.org/10.14393/RCG186104

Edição

Seção

Artigos