CULTURA AÇORIANA NO CONTEXTO DA CIDADE-MERCADORIA: DA INVISIBILIDADE À MERCANTILIZAÇÃO EM FLORIANÓPOLIS - SC

Autores

  • Marcia Alves Soares da Silva UEPG

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG175909

Palavras-chave:

Cultura Açoriana, City-marketing, Identidade, Espaço Urbano.

Resumo

O litoral catarinense teve uma expressiva contribuição do legado cultural açoriano, cuja colonização aconteceu em meados do século XVIII e que até hoje é visível na arquitetura, culinária, tradições, lendas, histórias, modo de falar, religião, entre outras manifestações. Contudo, tal legado permaneceu por muito tempo "invisível" na história local, retomado especialmente com o avanço da urbanização e modernização das cidades, no caso desta pesquisa, em Florianópolis (SC), no intuito de reinventar uma cultura que caracterizasse Santa Catarina, mas que causou impacto no modo de vida tradicional, pois muitas práticas realizadas no passado foram vistas como atrasadas. Neste sentido, este trabalho tem por objetivo discutir a relação entre a urbanização e a reinvenção da cultura açoriana em Florianópolis, levando em consideração ainda a discussão sobre identidade dentro do contexto da cidade-mercadoria, que aliado ao marketing urbano busca convencer a população local para atingir os interesses dos atores hegemônicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Alves Soares da Silva, UEPG

Programa de Pós Graduação em Geografia (UEPG)

Downloads

Publicado

09-09-2016

Como Citar

Soares da Silva, M. A. (2016). CULTURA AÇORIANA NO CONTEXTO DA CIDADE-MERCADORIA: DA INVISIBILIDADE À MERCANTILIZAÇÃO EM FLORIANÓPOLIS - SC. Caminhos De Geografia, 17(59), 144–161. https://doi.org/10.14393/RCG175909

Edição

Seção

Artigos