DIVERSIDADE CULTURAL NAS PRATICAS SÓCIO- PRODUTIVAS DA COMUNIDADE RURAL OLHOS D' ÁGUA - UBERLÂNDIA-MG

Autores

  • Angélica Borges dos Santos Universidade Federal de Uberlândia
  • Rosseltvelt José dos Santos UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG175815

Palavras-chave:

camponeses, práticas socioculturais, territorialidade.

Resumo

Relações produtivas múltiplas compõem o espaço rural brasileiro. Muitas delas são conduzidas por camponeses, considerados nesse artigo como grupo social composto por sujeitos que estabelecem relações heterogêneas múltiplas nas muitas dimensões da vida cotidiana e que pelo trabalho adquirem expressiva importância na produção de alimentos. Suas estratégias produtivas e de sociabilidade entre vizinhos e parentes observados na pesquisa, se configuram como representações das relações sociais estabelecidas entre os sujeitos que vivem do trabalho na terra, mediados pelas suas experiências, práticas e costumes socioculturais que fundamentam seus modos de vida. Assim, do universo cultural deriva também o processo produtivo, pois este envolve saberes e fazeres constituídos ao longo do tempo, os quais foram se modificando de acordo com as necessidades daqueles produtores rurais analisados na comunidade Olhos d' Ãgua. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-06-2016

Como Citar

BORGES DOS SANTOS, A.; DOS SANTOS, R. J. DIVERSIDADE CULTURAL NAS PRATICAS SÓCIO- PRODUTIVAS DA COMUNIDADE RURAL OLHOS D’ ÁGUA - UBERLÂNDIA-MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 17, n. 58, p. 222–234, 2016. DOI: 10.14393/RCG175815. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/31549. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos