INVENTÁRIO E QUANTIFICAÇÃO DO PATRIMÔNIO GEOLÓGICO DA SERRA DOS TAPUIAS, RIACHÃO DAS NEVES (BA)

Autores

  • Suedio Alves Meira Universidade Estadual do Ceará
  • Gisele Barbosa dos Santos Universidade Federal do Oeste da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG175803

Palavras-chave:

Geopatrimônio, Geodiversidade, Ciências da Terra

Resumo

O crescimento de estudos relacionados à Geodiversidade e Patrimônio Geológico vem sendo amplamente discutidos e divulgados no âmbito das Ciências da Terra, nas últimas três décadas. Desenvolveu-se neste estudo a inventariação e avaliação do patrimônio geológico na Serra dos Tapuias, Riachão das Neves, oeste do estado da Bahia, que teve por finalidade iniciar pesquisas com esta temática na região, ainda pouco explorada e divulgada no cenário nacional, servindo como ferramenta para uma preservação ambiental sistêmica. Realizou-se levantamento bibliográfico sobre temas abordados e das características fisiográficas da área, seguido de trabalhos de campo para a descrição da paisagem orientada por fichas de caracterização, a partir daí foram inventariados, avaliados e quantificados cinco geossítios (dois isolados, dois área e um panorâmico), atestando a geodiversidade local. O cálculo dos valores de potencialidade e vulnerabilidade apresentou grande amplitude, as potencialidades educativas variaram de 1,94 a 3,13. A vulnerabilidade variou de 1,40 a 3,15. Isso indica que, os geossítios da Serra dos Tapuias devem ser explorados como um conjunto, pois unidos remetem a todos os temas da geologia e geomorfologia regional. Portanto, a Serra dos Tapuias pode ser considerada uma área síntese e passível de ações que divulguem conceitos relativos às Ciências da Terra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-06-2016

Como Citar

MEIRA, S. A.; SANTOS, G. B. dos. INVENTÁRIO E QUANTIFICAÇÃO DO PATRIMÔNIO GEOLÓGICO DA SERRA DOS TAPUIAS, RIACHÃO DAS NEVES (BA). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 17, n. 58, p. 34–52, 2016. DOI: 10.14393/RCG175803. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/29524. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos