O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E OS PROJETOS DE ASSENTAMENTOS DE REFORMA AGRÁRIA DE SERGIPE

Autores

  • Ivana Silva Sobral PRODEMA/PNPD/Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

unidades de conservação, reforma agrária, qualidade de vida

Resumo

No Brasil, as unidades de conservação (UC's) constituem-se em instrumentos legais para a proteção da natureza "in situ". Estas áreas, legalmente protegidas, foram regulamentadas pela Lei 9.985 de 18 de julho de 2000. Considerando que a conservação da natureza é um dos pilares do desenvolvimento sustentável, esta pesquisa objetivou analisar as ações do INCRA que subsidiam a proteção da natureza nos projetos de assentamento do Estado de Sergipe. Constatou-se que todas as unidades de conservação, criadas a partir de 2007 no Estado de Sergipe, estão em áreas de reforma agrária, o que aponta para a importância dos projetos de assentamentos na conservação da natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivana Silva Sobral, PRODEMA/PNPD/Universidade Federal de Sergipe

Bióloga, Doutora em Geografia, Pós doutoranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Downloads

Publicado

20-10-2015

Como Citar

Sobral, I. S. (2015). O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E OS PROJETOS DE ASSENTAMENTOS DE REFORMA AGRÁRIA DE SERGIPE. Caminhos De Geografia, 16(55). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/26983

Edição

Seção

Artigos